Mari Goldfarb se posiciona sobre polêmica dos absorventes: “sangue menstrual é um portal"

·1 minuto de leitura
Em busca de liberdade menstrual, Mariana Goldfarb debate o assunto
Em busca de liberdade menstrual, Mariana Goldfarb debate o assunto

Mariana Goldfarb tem feito das redes sociais uma plataforma para discutir alguns assuntos sobre o universo feminino. Em um vídeo no Instagram, a modelo e apresentadora comentou sobre a distribuição gratuita de absorventes em escolas públicas, que foi vetada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“O sangue menstrual é um portal, é um tema ‘absorvente’ para gente poder falar sobre muitas outras precariedades que atingem os nossos corpos. O uso do absorvente é só uma pontinha do iceberg gigante que encobre tantos outros silêncios e envolvem outras vulnerabilidades”, disse.

Leia também:

Mariana levantou algumas questões sobre os problemas na saúde pública. “Como a dificuldade de mulheres fazerem laqueadura de trompas, violência obstetra, índices de mortalidade maternas, e outras tantas dificuldades de acesso à saúde sexual e reprodutiva no país”, explicou.

De férias nas Maldivas com o marido, Cauã Reymond, ela chegou a compartilhar que menstruou e não estava preparada para a ocasião. A fim de discutir o assunto, ela indagou: “Mas e você? Já ficou incomodada com o seu próprio sangue? Já transou menstruada? Como você se sente?”, disse ela que pretende debater sobre o assunto e quebrar tabus. “Vamos tirar esses tabus juntas, sempre juntas”, finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos