Marcelo Madureira é demitido da Jovem Pan depois de assinar manifesto contra candidatura de Bolsonaro

O humorista contou que não foi informado sobre o motivo de sua demissão (Divulgação – Jovem Pan)

O ex-Casseta Marcelo Madureira foi demitido da Joven Pan sem maiores explicações. O humorista, que fazia parte do time de comentaristas da rádio, recebeu com surpresa a notícia de sua demissão e contou ao “UOL” que não teve autorização nem para se despedir dos ouvintes.

“Não me deram nenhuma explicação. Pedi para me despedir do público, mas não deixaram. O que ocorreu me deixou verdadeiramente com uma pulga atrás da orelha”, disse Marcelo Madureira. Segundo o colunista Flávio Ricco, a demissão poderia estar relacionada ao fato do humorista ser um dos signatários do manifesto suprapartidário “Democracia Sim”, divulgado em 23 de setembro, contra a candidatura de Jair Bolsonaro à presidência da república.

Leia mais:
Geisy Arruda usa maiô de unicórnio e chama atenção no Ceará
Latino faz procedimento no rosto e diz: ‘Para ficar bonito tem que se cuidar’

Marcelos Madureira era um dos apresentadores do programa “3 em 1”, ao lado de Vera Magalhães e Carlos Andreazza, há cerca de dois anos. “O que eu posso dizer é que a minha demissão mostra um viés autoritário”, disse ele. Procurado, o diretor de jornalismo da Jovem Pan, José Carlos Pereira negou que a motivação da demissão tenha sido política e afirmou que a empresa “valoriza a opinião dos seus profissionais”. “Foi uma mudança normal”, informou ele.