Marcelo Adnet chama Jair Bolsonaro de “corno” e afirma: “Medo da prisão”

·2 minuto de leitura
Marcelo Adnet criticou o discurso de Bolsonaro (Foto: Divulgação / TV Globo)
Marcelo Adnet criticou o discurso de Bolsonaro (Foto: Divulgação / TV Globo)

O dia da independência do Brasil ficou quente com as falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e Marcelo Adnet jogou mais lenha na fogueira. O humorista e crítico ao Governo comentou o discurso que o político fez na manifestação de São Paulo.

“O corno está nervoso querendo mais bandidos na rua. Gastou todos os recursos que sobraram para agitar sua seita e ameaçar um Ministro. Cenas de desespero e distopia. O medo da prisão e a falta de noção do funcionamento da própria política nos regala um momento grotesco”, escreveu em sua conta no Twitter.

Leia também:

O ator continuou: “1Nós temos a foto para mostrar pro mundo. Dá tempo de se redimir, seu Alexandre de Moraes’. Traduzir: 1Se eu pagar por meus crimes, vamos dar um golpe.’”

Ele ainda questionou a atenção dada a Fabríci Queiroz, ex-funcionário e amigo do presidente que foi preso em uma investigação sobre desvio de dinheiro público. “Patriotas abraçam e festejam Queiroz, o homem no centro do escândalo do peculato da Família Bolsonaro. Do esconderijo em Atibaia para os braços dos homens de bem”, atentou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos