Marcela quer continuar com Daniel, mas está assustada com as críticas

Marcela e Daniel querem continuar juntos após o reality (Foto: Reprodução/Globo)

Marcela ficou surpresa com a quantidade de pessoas que não gostaram de sua participação no ‘BBB 20’. Eliminada do programa na noite desta terça-feira (7), a médica contou que deseja seguir namorando Daniel, mas está muito triste e assustada com a repercussão de algumas atitudes que os dois tiveram na casa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

A loira publicou um vídeo no Twitter agradecendo pelo carinho dos fãs e soltando um desabafo após sua participação no reality da Globo. “Estava sendo atualizada sobre toda essa doideira que é sair da casa. Estou muito assustada ainda com tudo, muito triste por algumas coisas, mas muito feliz por receber carinho também. Obrigada a todo mundo que torceu e votou”, resumiu ela.

Leia também:

O relacionamento com Daniel foi um dos fatores determinantes para Marcela perder torcida ao longo do jogo. Ele era muito atrapalhado, mas a moça sempre passava a mão em sua cabeça enquanto detonava atitudes de outros participantes. Ainda assim, a sister garantiu que tudo que viveu dentro da casa foi verdadeiro e pretende continuar com o gaúcho aqui fora.

O casal se falou pela primeira vez na 'Rede BBB' (Foto: Reprodução/Globo)

“Se ele quiser eu quero”, afirmou em entrevista à Ana Clara na ‘Rede BBB’. Daniel apareceu no telão logo em seguida para comentar sobre o relacionamento. “Eu também quero!”, garantiu, contando que já conversou com os familiares da namorada e passou o dia todo votando para ela ficar no programa.

Algumas frases e posicionamentos de Marcela no jogo foram considerados racistas. Muitos criticaram a moça por levantar a bandeira do feminismo e empatia, mas ser hipócrita, julgar outros jogadores e não reconhecer seus erros. "Minha trajetória foi marcada por medo, insegurança, por uma validação honrosa da minha verdade, por uma paixão louca, por curtir festas. Eu vivi o Big Brother da maneira que eu vivo a minha vida”, avaliou a médica.