Quais os efeitos de correr uma maratona no seu corpo?

Vida e Estilo International
Analisamos os prós e contras de correr longas distâncias [Foto: Getty]
Analisamos os prós e contras de correr longas distâncias [Foto: Getty]

Por Danielle Stacey

Quase 40 mil corredores participaram da Maratona de Londres no final do mês passado, com o objetivo de completar o longo percurso de 42 quilômetros.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

A maioria dos participantes começa a treinar de seis a doze meses antes da corrida, acumulando centenas de quilômetros de treinos antes do dia da prova Mas que influência a corrida de longa distância tem sobre seu corpo – e sua mente?

“Há vários fatores que entram em cena; um deles é a sua idade – quanto mais jovem melhor, se você tiver boa saúde,” diz Paul Jairaj, cirurgião ortopédico do London Bridge Hospital.

“Além disso, se você tem um corpo em forma e se você foi ‘feito para correr’, ou se você tem um estilo particular de corrida, sua probabilidade de enfrentar os contras desta atividade será menor,” acrescenta Paul.

Leia mais: Como sair do sedentarismo com psicologia do esporte em 4 passos

Os efeitos físicos no seu corpo

Embora existam alguns riscos, há muitos aspectos positivos da corrida de longa distância. Em poucas palavras, a corrida constrói massa muscular e ajuda a manter seu corpo tonificado, segundo Paul.

Correr também melhora a sua saúde cardiovascular e ajuda a aumentar seu condicionamento, fortalecendo o seu coração.

Mas, por ser uma atividade de alto impacto, ela pode exigir bastante do seu corpo, principalmente se você tende a correr no asfalto, e não na grama ou outras superfícies mais suaves.

Dar ao seu corpo um tempo para se recuperar depois de uma corrida longa é fundamental, segundo Paul. As corridas longas aumentam o risco de inflamações musculares, o que pode provocar dor e rigidez.

Os corredores que seguem um plano de treinos geralmente descansam um dia depois da maratona. “Você precisa tomar cuidado se estiver sobrecarregando seu corpo e favorecendo a inflamação, pois estará, nesse caso, produzindo tecido fibroso e cicatrizes.”

Corredores na largada da Maratona de Londres de 2018. [Foto: PA]
Corredores na largada da Maratona de Londres de 2018. [Foto: PA]

“Essas cicatrizes, no coração, teoricamente podem resultar em ritmos anormais de batimentos ou até em catastrófica falência cardíaca. Se você estiver trabalhando duro demais e tiver um coração muito fibroso, isso pode até levar à morte súbita”.

A Maratona de Londres já matou 12 pessoas em seus 38 anos de história. A morte cardíaca repentina é uma das causas mais comuns (e costuma ser provocada por doenças cardíacas desconhecidas), juntamente com a hiponatremia associada ao exercício (intoxicação por água) e insolação.

Leia mais: A impressionante transformação de um pai em apenas 150 dias

O impacto da corrida nos seus joelhos

Se você corre regularmente, é possível que esteja acostumado a ouvir que “correr é prejudicial para as articulações”, mas há algo que se possa fazer?

Embora a condromalácia patelar e a tendinite sejam lesões comuns, quanto mais rápido você buscar tratamento, melhor. No entanto, a idade é um fator importante.

Paul diz: “Com a idade, você perde a elasticidade da cartilagem. Se você a danificar, ela não terá a habilidade de se curar. Se você continuar correndo mesmo assim, irá danificá-la ainda mais, e a perda da cartilagem articular é, em essência, a artrite”.

“Em pacientes mais jovens esta situação pode ser tratada e prevenida, mas a sua habilidade de regeneração das cartilagens diminui com o passar dos anos”.

A corrida pode ter um impacto nas suas articulações, por isso é importante descansar [Foto: Getty]
A corrida pode ter um impacto nas suas articulações, por isso é importante descansar [Foto: Getty]

Que influência a corrida de longa distância tem nos seus ossos? Paul explica que costuma ver muitos corredores com fraturas por estresse no período de treinos para a maratona.

“Se você exigir demais de um osso, através de uma atividade repetitiva, pode fazer microfraturas e fraturas por estresse,” diz.

“Mas se você estiver colocando uma carga correta e gradualmente sobre eles, ao longo do tempo, terá ossos fortes e saudáveis”.

Como a corrida afeta o sistema imunológico?

“Seu sistema imunológico pode sofrer um pouco com as corridas de longa distância,” explica Paul. “A sua imunidade cai, então há mais chances de surgirem outros problemas, mas o corpo tenta e constrói uma resposta, ele tenta se curar”.

A corrida pode melhorar a sua saúde mental

Muitos estudos mostraram que a prática de atividade física pode melhorar a saúde mental. “A corrida libera adrenalina e endorfinas que promovem o bem-estar,” explica Paul.

“É raro que isso tenha algum efeito negativo; na verdade, o efeito negativo é quando você não pode correr”. É comum que os corredores que estão diminuindo o ritmo (nas semanas anteriores a uma prova) se sintam inquietos e frustrados, pois estão acostumados a um certo nível de exercício.

Leia mais: 5 benefícios da musculação (além de ficar musculoso)

Conselhos importantes

Se você está pensando em se inscrever em uma maratona, Paul compartilha seus principais conselhos:

  • Leve o compromisso a sério

  • Siga um programa de treinos com boa reputação

  • Vá ao médico antes de começar a treinar para examinar sua saúde e a sua marcha, descartando assim possíveis problemas, logo no início

  • Dê atenção à sua nutrição

  • Não estabeleça objetivos irreais; intensifique seus treinos gradualmente e ouça o conselho de especialistas que já fizeram isso antes

  • Não intensifique os treinos rápido demais; aumente a intensidade em 10% ou 20% por vez. Lembre-se de que todos têm um ponto de fadiga, e quando você ultrapassa este ponto, fica mais suscetível às lesões