Manu Gavassi se revolta com cena agressiva entre Maria e Natália no "BBB22": "Me fez mal"

Normalmente ausente de discussões que envolvam o "BBB22", Manu Gavassi abriu uma exceção e comentou em suas redes sociais que ficou chocada com o episódio entre Maria e Natália no Jogo da Discórdia. Ao jogar água na colega devido a uma dinâmica do jogo, Maria perdeu o controle e acabou batendo o balde na cabeça de Natália. Inicialmente Maria afirmou que o balde escorregou, mas durante a madrugada explicou que estava com muito ódio da colega.

Chocada com o que assistiu no programa ao vivo, Manu explicou que se sentiu mal ao ver uma mulher sendo vítima de violência de uma forma tão explícita. "Não sei se vou continuar acompanhando, porque assim, foi bizarro o que aconteceu ontem, me deu mal-estar de ver. Primeiro, uma menina deu uma baldada na cabeça da outra, mas foi muito claro, estava assim, possuída pelo ódio. Foi muito claro", lamentou.

"Ver aquilo já me deu mal-estar, depois ver que a casa inteira resolveu humilhar uma garota, jogando água suja fictícia nela. Por ela basicamente ter apenas uma personalidade que não agrade a todos, foi bizarro. Tá? Não foi legal de ver. E agora, o que a gente faz? Transforma ela em favorita? Porque ela merece né?", completou Manu.

Expulsão de Maria

Maria foi expulsa do "BBB 22" nesta terça-feira (15). A artista de 21 anos agrediu Natália com um balde durante o jogo da discórdia exibido ao vivo no programa de segunda (14). Pressionada pelo público, a direção do reality reavaliou a cena, acionou o departamento jurídico e comunicou a expulsão da sister nesta tarde, por volta das 13h.

Em nota, a Globo informa que Maria não será substituída. O paredão entre Arthur, Natália e Bárbara segue mantido: "Após análise das imagens da dinâmica do jogo da discórdia, de ontem, dia 14, constatou-se uma agressão da participante a Natália e, seguindo as regras, a atriz e cantora foi desclassificada".

Os participantes foram avisados pela direção e reagiram com surpresa. Natália chorou e fez questão de reforçar que não foi ao confessionário para pedir a expulsão de Maria.

A equipe de Maria relembrou a dinâmica do jogo da discórdia e se desculpou com um comunicado publicado em suas redes sociais. "Nós, da equipe Maria, ficamos tristes com a situação, lamentamos o ocorrido e fortalecemos nosso posicionamento contra qualquer atitude agressiva. Nos colocamos à disposição da Natália, seus familiares e sua equipe".