Manifestante pintada com cores da Ucrânia é expulsa do tapete vermelho de Cannes

Manifestante pintada com cores da Ucrânia é expulsa do tapete vermelho de Cannes

CANNES, França (Reuters) - A crise na Ucrânia tomou os holofotes em Cannes nesta sexta-feira, quando uma manifestante seminua, pintada com as cores azul e amarelo, foi expulsa do tapete vermelho.

A mulher não identificada rasgou seu vestido revelando as cores da bandeira ucraniana, com as palavras "PAREM DE NOS ESTUPRAR" estampadas em seu abdômen e com marcas vermelhas de mão em suas nádegas.

A mulher gritou e agentes de segurança rapidamente a embrulharam em um casaco, retirando-a do evento. Os convidados ficaram perplexos e a música do festival continuou tocando normalmente.

O rápido protesto aconteceu na estreia mundial de "Three Thousand Years of Longing", enquanto os astros Idris Elba e Tilda Swinton eram esperados para caminhar na famosa escadaria do Palais des Festivals.

(Reportagem de Mindy Burrows e Mimosa Spencer)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos