Mangueira canta seus heróis na Marquês de Sapucaí

·1 min de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Em 2022, a Estação Primeira de Mangueira canta três dos seus mais celebrados nomes: o cantor e compositor Cartola (1908-1980), o intérprete Jamelão (1913-2008) e o mestre-sala Delegado (1921-2012).

O enredo, que tem como título os primeiros nomes dos baluartes - Angenor, José & Laurindo - é assinado por Leandro Vieira, de 38 anos.

É o sexto carnaval de Vieira na Verde e Rosa, campeão em 2016, com o enredo que homenageou a cantora Maria Bethânia, e em 2019, com "História Para Ninar Gente Grande", uma crítica à história oficial do Brasil contada nos livros didáticos.

Este ano, Vieira também assina o enredo do Império Serrano, da Série A (grupo de acesso) do Carnaval carioca, vencedora do prêmio Estandarte de Ouro.

O esquenta da bateria fez levantar as bandeiras verde e rosa no Setor 1 da Avenida, repleto de mangueirenses.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos