Mancha de água quente no Pacífico intriga cientistas

A gigantesca mancha quente se aproxima da América do Sul (Foto: CLIMATEREANALYZER)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Mancha tem cerca de 1 milhão de km², mais da metade da área do México

  • Massa de água quente está se movendo em direção à América do Sul

Cientistas responsáveis por monitorar correntes de água e a temperatura dos mares tentam entender um fenômeno curioso que aconteceu neste final de ano: uma gigantesca massa de água quente se formou perto da Nova Zelândia e agora se aproxima da América do Sul.

Essa zona foi apelidada de “hot blob”, ou “mancha quente” em português. O fenômeno foi descoberto através de imagens de satélite, que mostraram uma mancha vermelha se formando na Oceania ao mesmo tempo em que a Austrália passava por uma onda de calor responsável por causar graves incêndios florestais. Simultaneamente, regiões da América do Norte passavam por um inverno rigoroso.

Leia também

A mancha quente abrange uma extensão de aproximadamente 1 milhão de km² no Oceano Pacífico – é o dobro da área de Minas Gerais, e pouco mais da metade da área do México. A temperatura da água na zona central dessa região aumentou de 4ºC a 6ºC, o que preocupa os cientistas. De acordo com a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos, uma mudança de um grau a mais ou a menos já é "preocupante" e pode provocar efeitos adversos no clima do planeta como um todo.

Os pesquisadores acreditam que a mancha deve perder calor até chegar na América do Sul, e por isso não acreditam que o fenômeno tenha grandes efeitos sobre qualquer área povoada. No entanto, as consequências para a vida marinha podem ser graves.

A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos explica que o aumento da temperatura da água reduz a concentração dos nutrientes no oceano, o que afeta a cadeia alimentar marítima. Animais como baleias e leões marinhos, por exemplo, precisam nadar até mais perto da costa para procurar alimentos – o que faz aumentar o número de mortes por encalhamento.