Famosos se revoltam e cobram autoridades por Manaus: "Pessoas estão morrendo"

Amanda Caroline
·2 minuto de leitura
Paciente com covid-19 é tratado em hospital de Manaus (AM) (Foto: Bruno Kelly/Reuters)
Paciente com covid-19 é tratado em hospital de Manaus (AM) (Foto: Bruno Kelly/Reuters)

Famosos se revoltam contra a falta de oxigênio nos hospitais de Manaus, capital do Amazonas, e cobram autoridades nas redes sociais. Bruno Gagliasso, Tatá Werneck, Lulu Santos e mais personalidades chamam atenção para a situação da pandemia de covid-19 na cidade, que enfrenta um colapso no sistema de saúde.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Segundo pesquisador da Fiocruz-Amazônia, profissionais da saúde compartilham informações dramáticas: não há oxigênio para respiradores e os hospitais viraram “câmaras de asfixia”. O governador Wilson Lima (PSC) assinou um decreto nesta quinta-feira (14) que proíbe a circulação de pessoas em Manaus entre 19h e 6h. Todas as atividades, exceto serviços essenciais, terão o funcionamento impedido.

Leia também

“Os safados negacionistas que apoiaram o boicote ao distanciamento [social] estão se fazendo de loucos agora que as pessoas estão morrendo em Manaus?”, dispara Gagliasso. Até a última quarta-feira (13), Manaus registrou mais de 3,8 mil mortes pela doença.

Confira a publicação:

Veja mais reações dos famosos:

Tatá Werneck, atriz e apresentadora

Lulu Santos, músico

Richarlison, atleta

Flay, cantora e ex-BBB

Vivian Amorim, apresentadora e ex-BBB

Ex-BBB manauara pede ajuda para a cidade (Foto: Reprodução/Instagram @amorimvivian)
Ex-BBB manauara pede ajuda para a cidade (Foto: Reprodução/Instagram @amorimvivian)

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Veja mais: “Em pandemia, fake news vira risco de vida”, avalia Ana Paula Araújo