Maitê Proença esclarece ‘mal entendido’ após afirmar que preferiria que Adriana Calcanhotto ‘fosse homem’

Adriana Calcanhotto - Londres 2022 credit:Bang Showbiz
Adriana Calcanhotto - Londres 2022 credit:Bang Showbiz

Maitê Proença rebate acusações de lesbofobia após uma declaração sobre sua namorada, Adriana Calcanhotto.

A estrela recorreu às suas redes sociais para rebater as acusações que vem sofrendo após declarar recentemente, em entrevista para a revista JP, publicada pelo portal F5, que preferiria que sua parceira "fosse homem".

"Eu queria que ela fosse homem. Para essa atividade, sempre gostei mais de homem. Mas ela é mulher, gosto dela e aceito isso. Sei que as feministas e os LGBTs não vão gostar do que acabei de dizer, mas, honestamente, é assim, entendeu? Posso experimentar algo diferente para estar com ela", disse a atriz.

Em seu Instagram, Maitê postou um vídeo no qual explica que sua fala foi tirada de contexto.

‘’Eu dei uma entrevista em que eu fui perguntada sobre o meu relacionamento atual. E eu respondi que, apesar de eu preferir homens, eu estou com uma mulher. Porque eu gosto dela, gosto daquela pessoa. Se ela fosse um homem, seria mais fácil para mim, mais conhecido. Mas, por gostar, eu topo fazer essa experiência. Fui acusada de lesbofóbica", iniciou.

"Agora, estar num relacionamento com uma mulher, me parece que fala mais alto do que o comentário dos que causam polêmica onde não há. O que eu disse está claro. E se lido na íntegra, sem má vontade, é elogioso com a minha parceira. Paz e amor", finalizou a atriz.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos