Maiara e Maraisa falam de mudanças no corpo e brincam: "Eternas gordinhas"

Lucas Pasin
·2 minuto de leitura
Maiara e Maraisa (Foto: Reprodução/Instagram @maiaraemaraisa)
Maiara e Maraisa (Foto: Reprodução/Instagram @maiaraemaraisa)

Maiara e Maraisa já foram consideradas referência para mulheres que fogem do tal corpo ‘padrão de beleza’ imposto pela sociedade. Porém, nos últimos anos, as cantoras passaram por algumas mudanças nas curvas e ganharam destaque por terem emagrecido mais de 18 kg. As sertanejas foram questionadas sobre o assunto durante uma entrevista coletiva que aconteceu nesta terça-feira (11) e, dando risada, disseram: “Nós somos eternas gordinhas”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

Maraisa explicou que a mudança na rotina foi o que as fizeram emagrecer, e justificou que tudo foi em busca da melhora na saúde. “Uma vez gordinha, sempre gordinha. Porém, esse processo foi uma busca de estar bem. A Maiara subia no palco e saia com muita dor no corpo, o joelho doía demais. Eu também andava cansada. Quando estava no aeroporto só queria descansar, estava morta, muita fadiga. Nosso ritmo de vida é muito acelerado e se cuidar foi necessário. É uma questão de saúde”.

Leia também

As sertanejas confessaram que tinham uma rotina que dificultavam a saúde. “A gente só fazia coisa errada, comia de forma errada. Chegou um momento que ou eu fazia isso [processo de mudança de hábitos] por mim ou eu não conseguiria mais cantar”, disse Maiara.

A dupla, que fará uma live no sábado (15), aproveitou a oportunidade com os jornalistas para elogiar Marilia Mendonça, parceira de amizade e trabalho “Nosso exemplo”, disseram.

Porém, ao serem questionadas pelo Yahoo sobre a polêmica mais recente da “rainha da sofrência" – por ter feito uma piada considerada transfóbica – foram proibidas de comentar o assunto por sua assessoria.

O Yahoo! reformulou a pergunta e quis saber como Maiara e Maraisa enxergavam o machismo dentro do ambiente sertanejo, já que sempre foram defensoras do chamado ‘feminejo’. “Antes de tudo sou um ser humano que está sempre querendo vencer todas as limitações e ensinar de alguma forma como é viver o amor fraterno. A música para mim é isso. O nosso meio é realmente um meio masculino, mas as mulheres estão entrando e deixando sua marca”, respondeu Maiara.