Maia para Guedes: Câmara não aprovará nova CPMF

Ana Paula Ramos
·1 minuto de leitura
Rodrigo Maia disse ao ministro da Economia que Câmara não vai aprovar nova CPMF (Photo EVARISTO SA/AFP/Getty Images)
Rodrigo Maia disse ao ministro da Economia que Câmara não vai aprovar nova CPMF (Photo EVARISTO SA/AFP/Getty Images)

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já avisou ao Planalto que o Congresso não deve aprovar uma nova CPMF. “A sociedade não aceita novo imposto”, disse.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou a ideia de criação de um imposto sobre transações eletrônicas, chamado de “nova CPMF”, para financiar o Renda Brasil, programa que deve substituir o Bolsa Família.

Leia também

No Congresso, ainda há forte reação à proposta de se criar o Imposto sobre Transações Eletrônicas, mas o governo começou a atuar para vencer essa resistência.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

“Não vejo a menor perspectiva de aprovarmos qualquer coisa que implique aumento de impostos”, disse o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP).

O Palácio do Planalto conta agora com o apoio dos partidos do Centrão, o que nos cálculos do governo resulta em cerca de 200 votos.

O ministro da Economia vai incluir a criação do imposto na proposta de reforma tributária que deve ser encaminhada ao Congresso até o fim do mês. Ele informou que o imposto seria provisório e duraria dois anos, com alíquota de 0,2%.