Mães de primeira viagem precisam de três meses para adquirir confiança ao cuidar de um bebê, aponta estudo

Jennifer Aniston em ‘Friends’: Warner Bros. Television

Aprender a ser mãe não é uma tarefa fácil e ninguém pode realmente entender isso, sem uma experiência direta.

Enquanto algumas pessoas sentem que cuidar de um bebê é algo natural, de acordo com uma recente pesquisa, pode levar mais de três meses para que as mães de primeira viagem sintam que compreenderam bem a complexa questão da maternidade.

2.000 mães americanas, com crianças de três anos de idade ou menos, fizeram parte do estudo, que foi conduzido pela OnePoll em colaboração com a Store Brand Formula.

Mais da metade das mães disseram que passaram os primeiros meses da vida de seus bebês muito preocupadas se estavam cuidando direito deles.

A principal preocupação era com o bem-estar do seu bebê, e muitas mães expressaram o medo de ver seu filho ficar doente.

A segunda maior preocupação foi não saber quantas vezes deveriam alimentar o seu bebê, e a terceira principal preocupação foi o custo financeiro necessário para se cuidar de uma criança.

Mais de um quinto das mães disseram que não se sentem confiantes em alimentar adequadamente um bebê, principalmente por desconhecer as opções disponíveis para eles.

De acordo com a Dra. Jennifer Gardner, uma pediatra e autora adjunta do Guia Médico do Primeiro Ano do Seu Bebê Para as Mamães, saber como alimentar adequadamente o seu bebê é fundamental para seu desenvolvimento.

Ela citou o erro comum que muitos pais cometem ao acrescentar muita água à fórmula infantil.

“Muitas novas mamães têm a concepção errada que diluir a fórmula infantil em água vai ajudar a fazer economia e facilitar a digestão do bebê”, disse ela.

“Esse é um sério equívoco que não deve ser negligenciado, pois a diluição de nutrientes essenciais na fórmula, numa fase em que há um crescimento rápido, pode ser perigoso para o bebê.”

Além disso, ela explicou que os pais devem sempre ler as instruções no rótulo da fórmula antes de colocar a mamadeira no micro-ondas.

“As mamadeiras colocadas no micro-ondas podem alterar os ingredientes da fórmula e causar queimaduras na boca do bebê”, disse ela.

No início desse ano, um anúncio de uma bomba elétrica de leite materno da empresa de tecnologia “Elvie” causou polêmica ao comparar mães que amamentam com vacas.

“Foi uma decisão infeliz usar vacas na divulgação desse produto”, escreveu uma pessoa.

“Assim como nós, elas precisam engravidar e dar à luz para produzir leite, no entanto, seus bebês são tirados delas, poucos dias após o parto.”

Sabrina Barr

The Independent