Mães com mente aberta são mais propensas a incentivar a criatividade dos filhos, revela estudo

Getty Images/iStockphoto

Segundo estudo, mães com personalidades abertas são mais propensas a promover um ambiente criativo para seus filhos.

Pesquisadores feitas em universidades da Polônia, liderados por Joanna Martin Kwaśniewska, investigaram a correlação entre os traços de personalidade das mães e a forma como eles influenciam as atividades criativas de seus filhos.

Na pesquisa conduzida com mais de 3.000 mães em toda a Polônia, os pesquisadores realizaram uma análise de personalidade com base no modelo dos Cinco Grandes Fatores, também conhecido como Big Five.

Como o próprio nome já indica, o modelo se concentra particularmente em cinco fatores principais: extroversão, amabilidade, abertura à experiência, conscienciosidade e neuroticismo.

As mães também tiveram que preencher um questionário que avaliava o ambiente em que criavam seus filhos e o modo como isso poderia afetar a vontade de buscar atividades criativas.

No estudo, só foram incluídas mulheres, pois, na Polônia, as mães tendem a ser as principais responsáveis por cuidar da família.

Segundo os resultados do estudo, concluiu-se que as mães que exibem abertura de mente são capazes de cultivar condições mais criativas para os seus filhos.

“Nossas descobertas mostram que a abertura à experiência é o principal indicador positivo das atividades maternas que moldam o ambiente em prol da criatividade em seu relacionamento com a criança”, escreveram os pesquisadores.

No entanto, a abertura não foi o único atributo considerado capaz de incentivar a criatividade.

Outras características importantes foram a extroversão, a estabilidade emocional e a amabilidade.

As mães extrovertidas, emocionalmente estáveis e amáveis, foram capazes de motivar seus filhos a serem inovadores e aprender com seus erros.

Parece que inspirar as crianças a pensar “fora da caixa” e ser criativas, se resume a uma combinação de quatro ações das mães: encorajar a tentar coisas novas e diferentes, ensinar a não se conformar com a norma, ensinar a perseverar e dar liberdade de fantasiar.

Isso serve para mães e pais. Todas as crianças têm sua própria capacidade criativa, mas o ambiente em que vivem pode desempenhar um papel importante para ajudá-las a alcançar seu potencial.

Sabrina Barr

The Independent