Mãe se recusa a usar fraldas em filha recém-nascida e faz treinamento para ensiná-la a ir ao banheiro

Reprodução/Facebook Cindy Lever
Reprodução/Facebook Cindy Lever

Uma mãe está incentivando os pais a adotarem um método de treinamento para ensinar os bebês a se acostumarem a ir ao banheiro. Cindy Lever, uma jornalista australiana, nunca usou fraldas em sua filha com apenas duas semanas de vida e diz que nunca usará.

A prática não é novidade e a técnica é chamada de Elimination Communication (comunicação da eliminação, em tradução livre), que consiste em ensinar a criança a se comunicar quando sente vontade de fazer suas necessidades através de sons e gestos. O método causa controvérsia, mas Cindy garante que no seu caso, ele só irá aumentar sua conexão com a filha.

“Bebês não são diferentes dos adultos e naturalmente não querem se sujar”, disse ao Kidspot.com.au. Ela acredita que usar fraldas é apenas um hábito que os bebês criam quando seus pais não entendem seus sinais de quando querem ir ao banheiro. Após 6 meses de vida, esse instinto de avisar os pais é perdido completamente, daí a importância de iniciar o processo cedo.

Reprodução/Facebook Cindy Lever
Reprodução/Facebook Cindy Lever

A jornalista explica os sinais quais costumam indicar a intensão da criança. “Eu uso a combinação de bom senso, instinto, tempo e ouvir meu bebê. Se entendo isso errado em algum momento e temos um acidente, é porque eu não ouvi ela direito. Então vou me punir por ignorar seus sinais vocais e físicos”.

Quando ela percebe que a filha quer ir ao banheiro, ela segura a menina sobre a pia do banheiro, para que a pequena se olhe no espelho enquanto se alivia (o que também ajuda Cindy a ver suas expressões). “Às vezes enquanto a seguro ela balança as pernas para longe da pia, dando a impressão de que não quer fazer nada. Mas se eu seguir meu instinto e gentilmente insistir, contando até algumas piadas, ela faz”. Ao final, a mãe emite o som ‘wee wee’ para que a filha associe ao momento de ir ao banheiro.

Arquivo pessoal/Cindy Lever
Arquivo pessoal/Cindy Lever

Cindy admite que pode ser muito trabalhoso, mas garante que é a melhor opção para a filha. E você, adotaria a técnica?

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos