Mãe faz post inspirador para incentivar o amor pelo corpo após a gravidez

Olivia White: Instagram

Uma mãe compartilhou um post emocionante no Instagram falando sobre o amor pelo seu corpo após sua gravidez.

Olivia White, de Melbourne, Austrália, é dona de um blog de estilo de vida chamado House of White.

A mãe de duas filhas tem mais de 60 mil seguidores no Instagram.

Ela queria começar uma conversa com seus seguidores sobre a pressão que a sociedade exerce sobre as mulheres para “ganharem seus corpos de volta” após o parto, num esforço para atingir objetivos corporais inalcançáveis.

Olivia admite que, enquanto estava grávida, a ideia de vestir um maiô fazia com que ela se sentisse fisicamente doente.

No entanto, isso não acontece mais.

Esta semana, Olivia publicou uma foto dela, sorrindo, e usando um maiô vermelho, na praia, com uma longa legenda acompanhando a imagem.


Depois que eu tive Annabelle, a ideia de usar um maiô fazia com que eu me sentisse fisicamente doente. Tive tantas dificuldades durante a gravidez, com todas as mudanças que aconteceram no meu corpo, que demorei muito para aceitar aquelas alterações e começar a me sentir relativamente confortável na minha própria pele outra vez. A sociedade nos leva a acreditar que todos os olhos estão voltados para o nosso “corpo pós-bebê” e que todo mundo vai “ganhar seu corpo de volta”. Observe as capas das revistas nas prateleiras enquanto você está no caixa do supermercado e eu garanto que você vai ver “fulana mostra corpo incrível após a gravidez” “o novo corpo de beltrana” (que elas alcançaram com cinco personal trainers, chefs e dez babás para cuidar das crianças) ou a minha preferida, “perca 10 quilos em 5 semanas”, porque são estes dez quilos que estão impedindo que você seja feliz em seu próprio corpo!? É bem provável que estas matérias estejam acabando com a sua autoestima, e as pessoas estão tentando ganhar dinheiro ao criar inseguranças em mulheres vulneráveis. ‍♀️

Então, eu parei de manter meu foco em ideias irreais sobre perda de peso, e passei a definir objetivos para ser feliz, aproveitar minha vida e nunca mais perder um momento com as minhas meninas por causa de um “não curti” que recebi numa foto usando um maiô Na verdade, acho que o usei muito bem. Além disso, minha querida filha pediu para tirar uma foto de mim, então como eu poderia negar?

 

Ela escreveu: “Tive tantas dificuldades durante a gravidez com todas as mudanças, que aconteceram no meu corpo, que demorei muito para aceitar aquelas alterações”.

“A sociedade nos leva a acreditar que todos os olhos estão voltados para o nosso “corpo pós-bebê” e que todo mundo vai “ganhar seu corpo de volta”.

Olivia explicou que finalmente decidiu parar de se preocupar em alcançar um peso ideal, e passou a priorizar sua felicidade e a qualidade do tempo que passa com suas filhas.

A blogueira de estilo de vida recebeu muitos comentários de incentivo em sua publicação, com uma usuária do Instagram escrevendo: “Você está incrível! E, mais importante do que isso, está feliz!”

“Sua linda filha está aprendendo estas mensagens positivas com você. Continue assim mamãe!”

Esta não é a primeira vez em que Olivia usou o Instagram para acabar com alguns mitos sobre o corpo durante e depois da gravidez.

Em maio, ela publicou uma selfie que tirou, logo após uma cesárea.


Olha, eu sei que este pode não ser meu melhor ângulo (ou é?), mas quem não tiraria uma selfie horas depois do parto para enxergar onde eles cortaram e abriram o seu corpo e tiraram uma pessoa inteira lá de dentro? (se você não notou, eu ainda não conseguia ver a cicatriz por causa do meu útero inflado).  É assim que você fica algumas horas depois de uma cesárea. Para qualquer um que acredite que este é o caminho mais fácil, experimente ter um corte de 15 centímetros no seu abdômen, como um tubarão que foi aberto para retirar as partes do corpo de um surfista que ele havia comido! Depois, tudo isso é costurado de volta com fio de pesca enquanto seus órgãos vitais parecem estar tentando escapar! Quer dizer, tudo está tentando escapar, e quando o efeito da anestesia acaba, parece que você foi atropelada por um ônibus duas vezes, só para garantir que você não tenha sentido pouco na primeira vez! Se você não tomar o remédio exatamente antes da dose anterior acabar, provavelmente vai saber que está viva (enquanto desejava estar morta) ☠️ E o pior de tudo é que você vai sentir que passou a vida inteira usando calcinhas de vovó até a altura da cintura, porque o pensamento de ter algo posicionado entre a sua barriga e região íntima é digno de pesadelos. Qualquer mulher que já tenha feito uma cesárea sabe que vai ser dependente para sempre de seus amigos Nancy, Dr. 90210 e Spanx porque você simplesmente não consegue lidar com a vala deixada pela cicatriz. E mesmo com todos aqueles vestidos justos que eu comprei durante a gravidez e que agora fazem com que eu pareça um canguru, eu não mudaria nada! Porque se não fosse pela habilidade de parir meus bebês desta forma, talvez minhas filhas não estivessem aqui hoje. Além disso, ser cortada de A até B me parece ainda pior.

Ela escreveu: “Para qualquer um que acredite que este é o caminho mais fácil, experimente ter um corte de 15 centímetros no seu abdômen, como um tubarão que foi aberto para retirar as partes do corpo de um surfista que ele havia comido!”

“Mesmo com todos aqueles vestidos justos que comprei durante a gravidez e que agora fazem com que eu pareça um canguru, eu não mudaria nada!”

“Porque se não fosse pela habilidade de parir meus bebês desta forma, talvez minhas filhas não estivessem aqui hoje”.

Sabrina Barr

The Independent