Madonna compartilha vídeo em defesa da cloroquina e Instagram censura postagem

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 04.12.2012 - Madonna durante show no estádio do Morumbi, em São Paulo. Cantora deve post a favor da cloroquina censurado pelo Instagram. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 04.12.2012 - Madonna durante show no estádio do Morumbi, em São Paulo. Cantora deve post a favor da cloroquina censurado pelo Instagram. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Madonna surpreendeu muitos de seus fãs na noite de terça-feira (28) ao compartilhar no Instagram um vídeo em que a médica Stella Immanuel afirma que a cura para o novo coronavírus "se chama hidroxicloroquina".

A postagem foi marcada como informação falsa pelo Instagram e, depois, excluída por Madonna.

Além de compartilhar o vídeo, a cantora escreveu na legenda que "algumas pessoas não querem ouvir a verdade, especialmente as que lucram com a longa busca pela vacina".

Ela disse ainda que a cura para a Covid-19 "está disponível há meses".

O vídeo é o mesmo repostado pelo presidente americano, Donald Trump. O filho dele, Donald Trump Jr., afirmou que era imprescindível assistir ao vídeo -Facebook, Twitter e YouTube, no entanto, tiraram as imagens do ar por considerarem que elas promovem desinformação.

Até agora, todos os principais ensaios clínicos sobre o medicamento não encontraram benefícios do uso da droga no tratamento da doença, e as principais autoridades nacionais de saúde nos Estados Unidos passaram a restringir o uso da hidroxicloroquina devido a possíveis danos cardíacos.

A postagem de Madonna foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais durante a madrugada.

Entre os que demonstraram surpresa está o cantor pernambucano Johnny Hooker.

"Madonna, por favor, venha a público e diga que você foi hackeada e essa será a verdade que defenderei", afirmou.

Outros fãs também afirmaram esperar que a cantora revele ter tido a conta invadida.