Mônica Martelli diz ter sido estuprada na adolescência

*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, BRASIL, 29.10.18 19h Monica Martelli. Lancamento do livro A Saideira, de Barbara Gancia, na Livraria Saraiva Shopping Eldorado. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress)
*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, BRASIL, 29.10.18 19h Monica Martelli. Lancamento do livro A Saideira, de Barbara Gancia, na Livraria Saraiva Shopping Eldorado. (Foto: Marcus Leoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mônica Martelli, de 54 anos, afirmou ter sido vítima de um estupro. Em entrevista ao podcast "Quem Pode, Pod", a atriz disse que sua vida sexual começou com uma violência, só percebida muitos anos depois.

Aos 14 anos, ela era apaixonada por um surfista de Macaé, no Rio de Janeiro, com quem mantinha um relacionamento amoroso. Segundo a atriz, era "normal", naquela época, os meninos travarem uma "luta corporal" para apalpar as partes íntimas das meninas. Em uma dessas ocasiões, porém, o seu namorado à época a estuprou.

"Você beijava o menino, ele vinha com a mão no peito. Você tirava a mão do peito, ele colocava a mão na bunda. Então você passa a noite beijando e na luta corporal, entendeu? E isso era normal", disse. "Aí a primeira transa foi assim, essa luta corporal, mesmo eu sendo apaixonada. Quando eu entendi e nós entendemos de pouco tempo para cá, que teve essa conscientização maior, que estupro é você simplesmente não querer, se você fala 'não' e ele forçar é estupro, ali eu falei 'então eu fui estuprada."

Martelli contou em entrevista ter sido criada num lar feminista, em que sua mãe lia as obras de Simone de Beauvoir. Segundo ela, foi preciso surgir a conscientização do novo feminismo para atitudes machistas deixarem de ser normalizadas.