Médica de Paulinha Abelha quebra silêncio após ser responsabilizada por morte da cantora​

Paulinha Abelha - Reproducao Instagram credit:Bang Showbiz
Paulinha Abelha - Reproducao Instagram credit:Bang Showbiz

Paula Cavallaro, ex-médica de Paulinha Abelha, quebrou seu silêncio três meses após a morte da cantora.

A nutróloga usou suas redes sociais e enviou um vídeo para o portal Metrópoles se defendendo das acusações de que os remédios que receitou para Paulinha teriam sido a causa da lesão renal que culminou na morte da vocalista da banda Calcinha Preta.

"De acordo com a documentação analisada, as lesões renais apresentadas pela paciente não possuem relação com uso [da medicacao], a lesão hepática não possui nexo causal com os medicamentos prescritos pela Clínica Cavallaro. Ou seja, não existe nexo causal entre os medicamentos prescritos e a doença que acometeu Paulinha. Embora todo o estrago que fizeram em minha vida pessoal e profissional, em momento algum eu duvidei de que a verdade viria à tona, como realmente veio", afirmou a profissional.

Clevinho Santos, viúvo de Paulinha, também estava presente no vídeo ao lado da especialista.

Paula fez questão de explicar que esperou todo esse tempo para se defender pois estava vivendo o luto pela perda da paciente e amiga.

"Nós estávamos aqui lembrando de momentos bons, felizes com Paulinha e acho que, por essa memória, me senti em paz para me posicionar e falar sobre tudo que aconteceu. Enquanto ela estava internada, nós buscamos tudo de melhor no mundo que existia para ela, lutando. Não deu para gente ver o que estava se passando aqui fora", completou ela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos