Mãe obesa corre atrás do tempo perdido, emagrece 107 quilos e vence concurso

Yahoo Mulher

Em pouco menos de três anos, Kim Freshwater, 45, perdeu mais da metade de seu peso e foi nomeada Mulher do Ano pela Slimming World. A mãe de três filhos, que pesava 184kg e vestia tamanho GGG, está determinada a compensar o tempo perdido com sua família.

Leia também:
Simpatias para encontrar um amor em 2014
Dicas de limpeza verde: soluções ecológicas para manter a casa limpa
O que fazer com as roupas depois das festas?




Ela revelou que faltou à cerimônia de formatura de seu filho porque tinha medo de quebrar uma das cadeiras do auditório, e foi esse episódio que causou a reviravolta em sua vida, após sofrer de obesidade mórbida por quase quatro décadas.

Kim, da cidade de Havant, em Hampshire, Inglaterra, disse que ainda há muitas coisas que ela gostaria de fazer desde que ficou magra. "Antes de emagrecer, eu só conseguia andar com a ajuda de uma bengala e não cabia nos assentos do cinema, ou em brinquedos como a montanha-russa", ela contou. "Certa vez, quebrei uma cadeira na casa de uma amiga e fiquei horrorizada. Depois cheguei até a dormir no chão em casa por medo de que a cama não suportasse meu peso”.

"Eu já perdi tantos momentos maravilhosos com a minha família que nunca vou recuperar, mas agora estou determinada a correr atrás do prejuízo, e tem muita coisa que eu ainda pretendo fazer". Kim entrou para a Slimming World em março de 2011 e agora pesa 73kg!



A morte de seu pai foi o fato que desencadeou sua comilança psicológica, e nenhuma dieta que ela experimentou acabou durando muito tempo. "Meu pai era meu melhor amigo desde sempre, e eu acabei usando a comida para preencher esse vazio que ele deixou", disse Kim.

"Conforme fiquei mais velha, as pessoas sempre diziam que eu ficaria muito bonita se emagrecesse, e eu tentei, mas as dietas eram sempre em curto prazo – assim que parava de segui-la, eu ganhava todo o peso de volta".

Sua obesidade causou uma série de problemas de saúde, incluindo pressão alta, problemas respiratórios, dores nas costas e nos joelhos. Seu médico então a encaminhou ao grupo local da Slimming World.

Hoje, seus hábitos alimentares são diferentes. Ela trocou uma refeição diária gigante por três refeições caseiras saudáveis e pequenos lanches.

Kim explica que hoje ela come uma quantidade maior de comida do que quando estava acima do peso, mas suas escolhas de alimentos mudaram drasticamente.

"Eu como muito mais agora do que antes, mas aprendi a fazer boas escolhas", diz Kim. "O plano que eu sigo não é exatamente uma dieta, nós fazermos nossas refeições todos juntos, como uma família, e ainda comemos muitos de nossos pratos favoritos, mas com pequenos ajustes para que o preparo seja feito de uma forma mais saudável".