LVMH 'suspende' o 'prêt-à-porter' da marca de Rihanna

·1 minuto de leitura
A cantora Rihanna em Paris em 22 de maio de 2019

A gigante francesa do luxo LVMH anunciou, nesta quarta-feira (10), a "suspensão" da atividade de "prêt-à-porter" lançada em 2019 junto com a diva do pop Rihanna, "à espera de condições melhores", para se concentrar especialmente na beleza e lingerie da marca Fenty.

"Após uma arrecadação de fundos na qual (o fundo americano) L. Catterton adquiriu uma participação na Savage X Fenty", a marca de lingerie de Rihanna, LVMH e a cantora "reafirmam sua associação e se concentram no crescimento e desenvolvimento a longo prazo do ecossistema Fenty, principalmente da beleza, tratamentos e lingerie", segundo um comunicado do grupo.

Em 2019, LVMH decidiu confiar à artista Robyn Rihanna Fenty a primeira casa de moda criada dentro do grupo desde Christian Lacroix em 1987, apostando na popularidade e nos valores representados pela diva do pop para seduzir os "milennials".

Foi também a primeira vez que a gigante do luxo, que possui marcas como Dior, Louis Vuitton, Fendi e Givenchy, colocou uma mulher à frente de uma delas.

Rihanna, de 32 anos, é uma presença frequente nos desfiles de moda, especialmente da Dior, e demonstrou também suas habilidades nesse mundo com o lançamento de sua própria marca de lingerie. Foi também diretora artística da Puma.

A artista conta com 90 milhões de seguidores no Instagram.

ref/ico/app/mb/aa