Lula sai em defesa de Paulo Vieira após ataques racistas: 'Reflexo do ódio'

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O presidente eleito Luiz Inácio Lula a Silva (PT) usou uma rede social nesta quinta-feira (29) para prestar solidariedade ao humorista Paulo Vieira, que tem sofrido ataques racistas e de ódio em suas redes. O também ator tem sido atacado por ter feito piadas com bolsonaristas no Melhores do Ano.

"São poucas as críticas, a maioria é ataque racista me chamando de macaco, falando que minha vó caiu de uma árvore em uma foto que ela está de muleta. Essa baixaria toda", diz.

Lula afirmou que os ataques contra ele "são reflexo do ódio que precisamos superar no Brasil, com fraternidade e respeito".

Paulo Vieira já revelou que tem recebido ameaças de morte por ter apoiado Lula durante as eleições e que elas têm piorado nos últimos tempos. Ele, que será um dos apresentadores do Festival do Futuro, a festa popular da posse do presidente, ressaltou que é preciso ter cuidado para "lidar com bandidos", e confirmou a presença em Brasília no domingo dia 1º. "Eu estarei dia 1º em Brasília, ao lado dos meus amigos Janja e Lula, com muita alegria e coragem. Ninguém vai roubar a nossa alegria".