Lula e Janja são convidados para integrar o júri do concurso Miss Bumbum Brasil

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Os organizadores do Miss Bumbum Brasil enviaram na tarde desta terça-feira (26) um e-mail ao candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e à sua mulher, Rosângela da Silva, a Janja. Na mensagem, que teve como destinatário o diretório nacional do partido, os responsáveis pelo concurso convidam o casal a fazer parte do júri da grande final, marcada para daqui a pouco mais de uma semana.

"Se aceito, Lula e Janja serão recepcionados por uma equipe exclusiva da organização do evento, que os levará ao local da competição no bairro do Ipiranga, às 20 horas do dia 5 de agosto", diz o texto, disparado às 13:53 -uma cópia do e-mail foi enviada a jornalistas, como prova de que o convite realmente foi feito. Se eles vão aceitar, aí são outro quinhentos. Argumentos não faltam. "Competição de bumbum também é política", afirma, sem cerimônia, a organização do evento.

Criado em 2011, o Miss Bumbum Brasil é um concurso de beleza que, como o nome entrega, tem como foco uma parte bem específica da anatomia feminina. As 27 participantes, uma representante de cada estado mais a do Distrito Federal, podem ter realizado cirurgias estéticas em qualquer parte do corpo, exceto na parte que vale mais pontos no julgamento: o bumbum.

O concurso está longe de ser uma unanimidade. Em 2013, a jornalista inglesa Daisy Donovan escreveu uma reportagem para o Daily Mail na qual classificava a competição como degradante, e acusava seu criador de objetificar e humilhar as mulheres.

A edição de 2018 foi anunciada como a última da história e terminou em barraco, com duas competidoras quase se agredindo no palco.

O Miss Bumbum Brasil teve uma nova edição em 2021, e este ano já está na fase final, com as 15 mais bem colocadas até agora.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos