Lula diz que se considera 'socialista refinado' e xinga Bolsonaro: 'Ignorantão'

Lula diz que se considera 'socialista refinado' e xinga Bolsonaro credit:Bang Showbiz
Lula diz que se considera 'socialista refinado' e xinga Bolsonaro credit:Bang Showbiz

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que se considera "um socialista refinado".

Em uma entrevista concedida ao Programa do Ratinho, o candidato à reeleição pelo PT afirmou planejar "construir um mundo mais harmonioso", mas não poupou críticas aos seus rivais, Ciro Gomes (PDT) e Jair Bolsonaro (PL).

Quando perguntado pelo apresentador Ratinho sobre suas ideologias, Lula respondeu: "Eu me considero um cidadão de esquerda. Me considero um socialista refinado, porque eu defendo a propriedade privada, defendo a liberdade de organização, eu defendo o direito de greve. Eu quero construir um mundo mais harmonioso. Eu já fiz isso. Esse país era mais feliz. Até você era mais feliz, até você dava mais risada".

Ao falar sobre o governo do presidente Bolsonaro, Lula descreveu seu opositor como "ignorantão", e criticou a gestão do chefe de Estado em meio à pandemia de Covid-19.

"O Bolsonaro, você sabe que ele é meio "ignorantão", ele é meio "chucro". Ele até falou para você [Ratinho] que ele é meio "chucro", fala palavrão. Ora, ele poderia ter montado um comitê de crise, poderia ter ouvido a Saúde, poderia ter montado um Conselho com os principais secretários de saúde dos estados e poderia ter comparado a vacina na hora certa. Ele ficou brincando. É uma estupidez de alguém que é um pouco ignorante, o que ele é mesmo, um pouco ignorante, aquele jeitão bruto dele, aquele jeitão "capial" [...]. O Bolsonaro, na questão da pandemia, errou no tratamento que ele fez. Errou lamentavelmente. Poderia ter salvo muitas vidas", disparou Lula.

Ainda na sabatina, Lula criticou a proposta de Ciro Gomes de perdoar dívidas da população.

"Eu acho que o Ciro está surtando. Eu vi o Ciro falar para você aqui: 'A taxa de juros está muito alta, porque o Brasil pagou 500 bilhões'. Ele foi ministro da Fazenda durante três meses. Você sabe qual era a taxa de juros quando ele foi ministro? 55%. Se ele tiver memória curta, é importante ele lembrar, que reduziu apenas para 49%".