Luiza Possi comenta primeiros meses com Lucca: "Fazendo tudo que falava que não ia fazer"

Luiza Possi e Lucca. Foto: reprodução/Instagram/luizapossi

A maternidade transformou Luiza Possi completamente. Há dois meses, Lucca se tornou o principal assunto da cantora, mãe coruja assumida, em todas as conversas.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Estou tomada pelo hormônio da ocitocina. Falo dele o tempo inteiro, mostro foto para todo mundo, até para quem não pediu para ver. Estou fazendo tudo o que eu falava que não ia fazer”, contou a loura ao GShow.

Leia também:

Os últimos meses também têm sido de adaptação para a nova mamãe do pedaço. “A gente fica em uma confusão. Não consigo decidir se tiro ele do sofá e coloco no berço, vira um dilema, tudo vira um dilema. Nasce uma mãe, nasce uma culpa”, analisa.

Mesmo envolvida com o bebê 24 horas por dia, a artista já tem planos de voltar aos palcos. “Dia 28 de setembro, farei um grande show para marcar a volta. Deixo leite estocado e tenho uma babá que me ajuda muito. Fui criada por uma e ter ajudante não é um problema”, afirma ela, que também divide as tarefas com o marido, o diretor Cris Gomes, que já tem um filho de 8 anos, fruto de um casamento anterior.

“Ele é um superpai. Dá mamadeira, fica acordado de madrugada. Ele que me ensinou a trocar fralda, sabe macetes de cólica e coloca o Lucca em uma posição que só ele sabe. Dizer que o filho é só da mãe, é mentira. A conexão deles é muito forte”, diz.

O filho também não dá trabalho, segundo a cantora. Em sua primeira viagem de avião, ele se comportou muito bem. “Ele é realmente incrível. Fomos à Bahia agora e ele deu um show. Deu banho em todos os adultos. É companheiro, adorou, não chorou nenhum dia. Só acorda de 3 em 3 para mamar, mas nem reclama”, lembra.

Luiza já emagreceu 12 dos 24 quilos que ganhou durante a gestação, mas ela está satisfeita com a nova silhueta. “Todo mundo fala: ‘Não emagrece aquele tanto, não’. Ganhei um corpo de mulher, peso de mulher. Quero voltar até a fazer exercício físico, agora que estou sendo liberada. Faço mirra, uma estimulação russa, que tive que parar quando soube da gravidez e, desde que ele nasceu, não tive mais vontade de comer doce”, conta.