Luísa Sonza admite atitude racista e se desculpa: “Decepcionada comigo”

 

Luísa Sonza (Foto: Getty Images)
Luísa Sonza (Foto: Getty Images)

Depois de adiar o início da turnê "O Conto dos Dois Mundos" para resolver juridicamente o processo de injúria racial ao qual responde, Luísa Sonza parece ter entrado em acordo com Isabel Macedo de Jesus, alvo da injúria e autora da ação. Na noite desta quarta-feira (05), a artista fez um pronunciamento oficial sobre a queixa crime aberta pela advogada.

"Acerca dos fatos narrados no processo, que ocorreram no dia 22/09/2018, no Restaurante da Pousada Zé Maria, eu reconheço que a maneira com que me dirigi a Sra. Isabel traduziu um ato de reprodução do racismo estrutural, o que de maneira nenhuma foi a minha intenção. Nesse contexto, venho a público pedir desculpas, não somente à senhora Isabel, mas a todos aqueles que já experimentaram as consequências do racismo estrutural", começa o texto.

Em seguida, a cantora explicou melhor o posicionamento inicial, quando o caso veio à tona pela primeira vez, há dois anos — o processo voltou a viralizar recentemente por causa do vazamento da data de uma audiência e, consequentemente, por mais cobranças por parte do público por uma retratação. "Venho também registrar que, na publicação do dia 07/09/2020, não quis me referir à Sra. Isabel como mentirosa, como também a minha assessoria não teve tal intenção na publicação do dia 18/09/2020. As referidas publicações foram em defesa às informações que eram divulgadas pela mídia de forma distorcida dos fatos narrados no processo", garantiu.

Por fim, tanto em texto quanto em vídeo, Luísa reforçou que a atitude que teve reflete a estrutura racista da sociedade brasileira e que casos como esse precisam gerar "conscientização e reflexão". "Estou muito decepcionada comigo por não ter buscado entender isso antes, mas que eu sirva de alerta para que outras pessoas não repitam o que eu fiz", disse Luísa.