Luisa Mell é acusada de intolerância religiosa e rebate: 'É magia negra'

Luisa Mell (Foto: Reprodução/Instagram @luisamell)
Luisa Mell (Foto: Reprodução/Instagram @luisamell)

Luisa Mell é acusada de intolerância religiosa e de mentir nas redes sociais após falar sobre o estado de saúde de uma cadela acolhida pelo Instituto Luisa Mell. A ativista e apresentadora publicou na última quinta-feira (24) no Facebook a foto de uma fêmea com as patas mutiladas e afirmou que o animal teria sido violentado “em nome de uma religião, uma crença”.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

“Não entendo porque ela tem que pagar a crença alheia com seu corpo, com seu sofrimento. O que ela fez a esse Deus para que lhe causassem tanta dor? Nunca irei concordar”, dispara. Uma veterinária, no entanto, diz no post que atendeu a cachorrinha antes dela ser levada para o instituto e garante que não foi mutilada por motivos religiosos, mas perdeu as extremidades pelas consequências de um atropelamento.

Leia também

“Ai, Luisa Mell, você é cômica, uma sensacionalista de quinta. Ela estava em tratamento em uma clínica veterinária após ter sido atropelada. (...) A tutora, pobre, decidiu pedir ajuda e a funcionária da clínica levou até você. Não foi um resgate seu, foi uma ajuda sua. Não acreditem em tudo”, escreve Ana Lucia Mendes Coelho.

Veterinária rebate versão de Luisa Mell sobre resgate de cadela (Foto: Reprodução/Facebook)
Veterinária rebate versão de Luisa Mell sobre resgate de cadela (Foto: Reprodução/Facebook)

A reportagem do Yahoo entrou em contato com Luisa Mell e ela garante que é vítima de uma “armação”. “São pessoas que trabalham para criadores de cachorros, rodeios, e tentam acabar com o meu trabalho, com as verdades que eu mostro”, declara.

Luisa, que não sabe dizer se a cadela passou por uma clínica veterinária antes de ser levada para o instituto, insiste que as lesões da cadela estão ligadas a rituais religiosos. “Não é a primeira vez que essa pessoa me leva casos desse tipo, de ‘magia negra’. Ela pode até ter sido atropelada antes, mas eu tenho um corpo veterinário experiente. Isso não é atropelamento”, explica.

Luisa Mell conta sobre o estado de saúde da cadela (Foto: Reprodução/Facebook)
Luisa Mell conta sobre o estado de saúde da cadela (Foto: Reprodução/Facebook)

A ativista ainda conta que é constantemente alvo de ataques na internet. “Bato de frente com muita gente. Lançam ‘fake news’, histórias... Quanto mais eu consigo provar as crueldades, mais isso acontece. A internet é perigosa”, diz.

“Defendo os animais e vou lutar por isso até o fim da minha vida. Sou vegana, judia e não tem intolerância religiosa, acho um absurdo mesmo”, completa. Luisa diz que vai acionar Ana Lucia na justiça.

Procuramos Ana Lucia Mendes Coelho, que se declara veterinária formada pela Universidade de São Paulo (USP), mas ela não respondeu o contato até a publicação da matéria.