Ludmilla no Rock in Rio faz show luminoso e exalta mulheres do rap e do funk

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Encerrando as apresentações do palco Sunset do último dia do Rock in Rio, Ludmilla iniciou seu show com um vídeo de arrepiar. Nele, a cantora relembra momentos marcantes de sua carreira e diz que duvidou muito que chegaria onde chegou, sobretudo por ser uma mulher preta, periférica, bissexual e do funk.

O show da cantora, que custou cerca de R$2 milhões, começou com "Favela Chegou" e engatou em "Verdinha", animando o público que estava lotado e animado.