Lucinha Lins diz que trama espírita de "A Viagem" mudou crença de ator ateu

Lucinha Lins e Christiane Torloni em
Lucinha Lins e Christiane Torloni em "A Viagem". Foto: Divulgação/Globo

Resumo da notícia:

  • Lucinha Lins relembrou do tempo em que estrelou "A Viagem"

  • Atriz falou sobre a "energia diferenciada" no set da novela da Globo

  • Ela ainda exaltou a química com a dupla de cena Christiane Torloni

Lucinha Lins parou para relembrar da época em que integrou o elenco da novela "A Viagem", da TV Globo, que foi ao ar na década de 1990, com foco em espiritualidade. Em entrevista ao "The Noite com Danilo Gentili", a atriz falou sobre os bastidores da produção, que já conta com diversos atores em outro plano.

Ao contar do impacto do enredo espírita em quem trabalhou na novela, Lucinha citou o colega de elenco Cláudio Cavalcantti. “Você mexe com uma energia diferenciada. Cláudio Cavalcantti, que fazia meu par romântico na novela, era super ateu, e quando acabou a novela, ele mudou completamente, e buscou procurar mais sobre religião”, relatou.

Na sequência, a atriz ainda exaltou a parceria com Christiane Torloni em cena. “Fizemos uma dupla especial, tínhamos uma telepatia e uma química bacana. […] Tinha uma energia diferenciada”, afirmou.

Ela também relembrou de uma cena que marcou a sintonia entre as duas. “Aliás, aconteciam momentos entre eu e Christiane surreais, a gente inventava cena. Me lembro de uma cena de meia página que eu servia uma xícara de chá e trocávamos uma frase, mas na hora que entrei, ela sentou no chão, e achei engraçado, pois não estava escrito que teria isso”, contou.

Vale lembrar que, no folhetim, Alexandre, vivido por Guilherme Fontes, se mata após ser preso, mas jura vingança. Mais tarde, ele volta como um fantasma, que usa sua influência para corromper e destruir aqueles que ele acredita que lhe fizeram mal.