Luciano Huck bate panela contra Bolsonaro e transmite ao vivo de sua mansão no Rio

Patrick Monteiro
·2 minuto de leitura
Luciano Huck participou do panelaço contra Jair Bolsonaro (reprodução / instagram @lucianohuck)
Luciano Huck participou do panelaço contra Jair Bolsonaro (reprodução / instagram @lucianohuck)

Luciano Huck convocou mais cedo seus seguidores a protestar contra o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) com um panelaço e não fugiu da raia nesta sexta-feira (15).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Pontualmente às 20h30 o apresentador fez uma transmissão ao vivo nas redes sociais para mostrar que também se uniu à população no protesto. Ele bateu uma colher de pau contra o fundo de uma panela por cerca de dois minutos e ganhou a confiança do público.

Leia também

Suposto presidenciável de 2022, o empresário tem ampliado suas críticas ao Governo nas últimas horas com o colapso do sistema de saúde de Manaus, no Amazonas, que chegou a ficar sem oxigênio para os pacientes que estavam internados. Cerca de 20 morreram sem ar, outros 230 foram transferidos às pressas para outros Estados.

Autoridades são conta que mais de 400 pessoas esperam por um leito de internação na rede de saúde local e, mais cedo, o governo havia pedido aos hospitais universitários do país que recebessem cerca de 60 bebês que estão internados em UTIs neo natais e podem ficar sem oxigênio. O Exército Brasileiro conseguiu garantir 48h do gás para esses pequenos pacientes.

Mobilização

Huck e Angélica se juntaram a vários outros artistas para levantar doações para o sistema de saúde de Manaus. Whindersson Nunes e um grupo doou mais de 150 cilindros de oxigênio, respiradores e outros itens hospitalares. Para tal eles fretaram cerca de três aviões.

Gusttavo Lima doou sozinho 7.500 Litros de oxigênio para a Capital e mobilizou um meio para transportar a carga, que é o mais difícil. Cilindros de O2 são altamente inflamáveis e só podem ser transportados em condições especiais tanto por terra quanto por ar.

Já Bruno Gagliasso, Giovanna Ewbank e outros artistas também se mobilizaram e contaram com a ajuda o Exército para fazer com que as doações que comparam cheguem ao Norte do país.