Luciano Huck deseja sucesso para Lula e fala em 'juntar os cacos'

***ARQUIVO**** SÃO PAULO, SP,  BRASIL -  08.12.2022 - O apresentador de TV Luciano Huck, durante o evento
***ARQUIVO**** SÃO PAULO, SP, BRASIL - 08.12.2022 - O apresentador de TV Luciano Huck, durante o evento

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O apresentador Luciano Huck, 51, abriu o Domingão neste domingo (1º) falando sobre começar o ano com "oportunidade de reconciliar o país" e "juntar os cacos". "Como cidadão, queria desejar sucesso para o novo governo que tomou posse hoje. Que a gente volte a poder discutir os problemas do país, que são muitos, e que juntos a gente busque soluções", disse no discurso de abertura do programa.

Huck começou falando que "2023 começa diferente". "Nós, brasileiros, viemos de uma sequência de anos muito difíceis, dolorosos. Foram dois anos de pandemia, com todas as suas consequências, para a saúde, para a economia, para o nosso bem-estar", relembrou.

Falou ainda sobre as eleições de 2022 e adotou um tom esperançoso ao falar sobre o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tomou posse neste domingo. "Depois do ano eleitoral mais tenso desde a redemocratização, com a sociedade muito dividida, com constantes ameaças à nossa democracia, hoje a gente abre um novo ciclo, um novo ano, com perspectivas diferentes, positivas."

"Com a oportunidade de reconciliar o país, de juntar os cacos para a gente voltar a ser um país em que um se reconheça no outro. Que a gente se reconheça, quando se olha no espelho, falar 'esse é o Brasil em que a gente acredita e gosta'", disse ainda o apresentador.