Luciano Hang diz que não assistiu a 'Não Olhe para Cima' e busca ver lado bom de tudo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 29.09.2021 - O empresário Luciano Hang durante depoimento aos senadores da CPI da Covid. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress) ORG XMIT: AGEN2109291259485591
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 29.09.2021 - O empresário Luciano Hang durante depoimento aos senadores da CPI da Covid. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress) ORG XMIT: AGEN2109291259485591

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Luciano Hang, dono da Havan, diz não ter visto o filme "Não Olhe para Cima", com roteiro que satirizou os tempos de negacionismo que o mundo atravessa e provocou internautas bolsonaristas.

O empresário publicou mensagem nas redes sociais nesta semana com recomendações sobre olhares para um lado ou outro, mas diz que não se trata de uma referência ao lançamento do cinema.

"Não olhe para trás pensando no que perdeu, olhe para a frente pensando no que você pode e vai conquistar", escreveu Hang.

Segundo a assessoria de imprensa do empresário, "ele não consome notícias ruins e sempre busca ver o lado bom de tudo, pensar sempre no pressente e no futuro, pois o passado não pode mais ser alterado".

Ainda segundo a empresa, Hang busca, por meio das redes sociais, disseminar mensagens de otimismo e entusiasmo e gosta de criar frases de efeito porque acredita na assertividade delas.

"Não Olhe para Cima", de Adam McKay, conta a história de três astrônomos que tentam alertar o mundo sobre sua descoberta de um asteroide que pode acabar com a humanidade em poucos meses, mas ninguém acredita.

Outro representante do setor privado alinhado ao governo Bolsonaro, Gabriel Kanner, presidente do grupo de empresários Brasil 200, disse que o filme é fraco e um "besteirol completo".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos