Luciana Gimenez se diz 'desesperada' para emagrecer para o Carnaval

·4 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 31.10.2019 - A apresentadora, modelo e empresária, Luciana Gimenez durante a primeira edição do Baile da Bruxa da Marie Claire e Quem, em São Paulo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 31.10.2019 - A apresentadora, modelo e empresária, Luciana Gimenez durante a primeira edição do Baile da Bruxa da Marie Claire e Quem, em São Paulo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Luciana Gimenez recusou ser rainha de bateria no Carnaval deste ano, mas será musa do Camarote Allegria, na Sapucaí, no Rio, e promete não decepcionar na disposição e no visual. Serão dois looks por dia e todos com muitos cristais Swarovski.

"Carnaval é aquela coisa, não foge muito: a roupa tem que balançar [ter movimento], ter brilho e ser pequena", resume ela à coluna. As fantasias estão sendo confeccionadas pela marca Guerreiro Cavaleiro, de João Pessoa (PB).

Depois de uma viagem para Trancoso no feriado prolongado da Páscoa, a apresentadora diz ter voltado para São Paulo no domingo (17) "desesperada" e ido direto fazer exercícios na bicicleta. "Tudo que eu estava bonitinha na alimentação, fui para a Bahia, enchi a cara de pirão, e ferrou tudo."

A preocupação não é só com a forma física, mas também para ter disposição nos dias de folia. "Quando você é famosa, você tem que ter resiliência, porque às vezes as pessoas te encontram às 4h da madrugada e você já não consegue estar com aquela energia toda, e aí acaba passando uma impressão errada", justifica.

"E eu quero que as pessoas me vejam pelo que eu sou: acessível, legal", acrescenta. Quando já não está bem, Gimenez conta que prefere encerrar o dia de trabalho. "Porque aí eu sei que não vou ser mais produtiva para nada."

Mesmo adorando Carnaval, ela afirma encarar os dias de festa como trabalho. Por isso, diz optar por não levar os filhos nem o namorado, Renato Breia, para acompanhá-la no camarote. "Eu vou sem família para poder me concentrar. Como eu sou muito mãezona, fico preocupada com as duas coisas e começo a querer ficar com eles", diz.

"O menor [Lorenzo, 11] foi viajar com o pai [o empresário Marcelo de Carvalho, sócio fundador da Rede TV!], porque pelo menos aí não tenho culpa. Já o maior [Lucas, 22, filho de Mick Jagger] é grande e tem a vida dele." O namorado deve acompanhá-la no desfile das Campeãs, no dia 30, quando o trabalho fica um pouco mais leve.

Na preparação para o evento, Luciana afirma ter feito duas aulas de samba. "Graças a Deus que eu não estou saindo de rainha, porque precisaria de mais do que duas aulas para desfilar", diz, aos risos. A apresentadora afirma que negou o convite para desfilar na avenida justamente por estar muito em cima da hora e não ter tempo para se preparar da melhor forma.

"E não é só sambar, mas tem que ter disponibilidade para ensaiar com a comunidade, fazer parte mesmo daquele grupo", diz.

Mas como musa de camarote, ela promete dar tudo de si, além de se mostrar muito empolgada com a volta do Carnaval após a interrupção em 2021. " Estou sentindo uma falta danada e acho que as pessoas estão muito a fim de se reunir, abraçar e beijar", afirma.

Por ser um Carnaval diferente, Luciana decidiu fazer um reality show para mostrar os bastidores da festa. "Estou com uma equipe grande gravando tudo. O público tem curiosidade para saber como funciona." Os episódios serão exibidos no seu canal no YouTube.

Aos 52 anos, a apresentadora afirma que "não gosta de envelhecer" e que o etarismo (preconceito pela idade) existe, sim. Mas de uma forma velada.

"É engraçado quando vejo alguém dizer assim: 'Nossa, ela está bem para a idade'. Eu sempre me pergunto: o que quer dizer isso? Tem gente que tem 20 anos e está um horror, e tem gente com 60 que está ótima. É uma coisa muito relativa", analisa.

"E também não interessa se está bem ou mal. Aliás, o que é estar bem? Na verdade, são pontos de vista", complementa.

Para Luciana, o preconceito maior vem das próprias mulheres. Mas ela diz acreditar que isso está mudando. "Mulher é um ser que disputa, e eu me incluo nisso. Eu às vezes tenho preconceito comigo mesma. Mas a vida é um aprendizado, tenho me observado e estou tentando melhorar", diz.

Mudar esses padrões de viver em busca da "eterna juventude" é um desafio, afirma ela.

Profissionalmente, Luciana segue apresentado o SuperPop e se mostra animada com seu novo programa na RedeTV!, o reality Operação Cupido. "Eu já fiz dois pilotos e foram muito bons", afirma. Na atração, participantes interessados em encontrar um amor conhecem, antes, os familiares dos pretendentes.

"É um programa diferente de namoro, bem divertido", diz. Segundo ela, por envolver muitas pessoas, a emissora encontrou uma certa dificuldade para fechar o casting e, por isso, a estreia atrasou —ela estava prevista inicialmente para o fim de 2021.

"Eu ainda vou apresentar um reality show grande e ao vivo. Tenho muita vontade", conclui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos