Luciana Gimenez relata dores contínuas após cirurgia na perna

A apresentadora quebrou a perna em quatro lugares enquanto esquiava nos Estados Unidos

Luciana Gimenez na inauguração da loja de Philipp Plein no Rio de Janeiro. (Foto: Victor Chapetta/Agnews)
Luciana Gimenez sofreu um acidente esquiando nos Estados Unidos (Foto: Victor Chapetta/Agnews)

Resumo da Notícia:

  • Luciana Gimenez estava de férias nos Estados Unidos quando se acidentou

  • A apresentadora quebrou a perna em 4 lugares e passou por cirurgia

  • Ela está se recuperando ainda internada em um hospital de Aspen

Luciana Gimenez usou as redes sociais para atualizar seu estado de saúde aos fãs. A apresentadora sofreu um acidente durante suas férias nos Estados Unidos e precisou passar por uma cirurgia de emergência.

“Cada dia é um dia e hoje tem sido bem difícil, pois as dores continuam. A medicação tem ajudado a suportar, mas... Só quem passou por isso entende a dor e o incômodo que é colocar pinos e parafusos no corpo”, relatou Luciana nas redes sociais.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em um vídeo seguinte, a apresentadora comentou que os remédios são muito fortes e por isso ela tem se ausentado do contato com os seguidores. “Estou aqui no hospital de Aspen. Tomo o remédio para dor e fico meio fora da realidade, por isso que não estou falando tão bem. Agora, quando passa o efeito do remédio, consigo falar um pouco melhor”, explicou.

Acidente grave

Luciana quebrou a perna em quatro lugares ao se acidentar em uma pista de ski de Aspen, região conhecida pelos esportes de inverno, nos Estados Unidos. Ela está sendo assistida por uma equipe médica local, já acostumada a tratar acidentes do tipo. Os profissionais ganharam o agradecimento da apresentadora.

“Esses médicos maravilhosos conseguiram pegar meu osso que estava completamente destruído; Colocaram um pino e fizeram com que possa fazer meus esportes de novo, andar, curtir meus filhos e ter uma vida normal”, escreveu em um comunicado de imprensa.