Lucas Lucco admite uso de anabolizantes e desabafa sobre sexualidade

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Cantor sertanejo desabafou nas redes (Foto: Reprodução/Instagram/@lucaslucco)
Cantor sertanejo desabafou nas redes (Foto: Reprodução/Instagram/@lucaslucco)

Lucas Lucco, 30, tirou as dúvidas de vários fãs sobre sua vida pessoal. O cantor, que participou do podcast "Podpah", admitiu no bate-papo que já usou anabolizantes. Disposto a falar sobre tudo, ele ainda abriu uma caixinha de perguntas no Instagram e respondeu sobre sua sexualidade.

Sobre os anabolizantes, Lucas confessou que precisou parar por causa dos efeitos colaterais. Os pais dele ficaram preocupados e contrataram um médico que acompanha o cantor até hoje. "Antes da carreira, eu enchia o c* de bomba. Moleque, né? Aí, quando comecei a carreira de fato, as bombas começaram a dar um negócio na minha cabeça. Bomba mexe com o emocional e tal", afirmou ele.

Leia também:

Já a sexualidade, muito questionada por causa de boatos envolvendo Luan Santana, Lucas Lucco negou que as histórias sejam verdadeiras e garantiu que não teria problema em assumir caso se interessasse por homens. "Vou falar pra vocês um negócio. Se eu gostasse de homem vocês já estariam sabendo há muito tempo. Vocês não me conhecem, não. Hoje estou casado, graças a Deus, com um filho lindo", encerrou o cantor.

No podcast, a saúde mental do sertanejo também foi um assunto abordado. Lucas relembrou o período em que conciliou a carreira musical com o papel que ganhou em "Malhação". Segundo ele, a vontade de trabalhar sumiu e isso o deixava triste.

"Estava gravando de segunda a sexta até a noite, para sair do Projac, pegar um avião e fazer show sexta, sábado e domingo. No meio do esquema, eu dei um 'burnout'. É uma coisa que não só a galera que é artista, todo mundo está suscetível. É o excesso de estresse do trampo que te leva a ter gatilhos para despertar uma 'deprê', uma síndrome do pânico", explicou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos