Luca Guadagnino nega conexão de filme sobre canibalismo com caso de Armie Hammer

Diretor Luca Guadagnino e ator Timotheé Chalamet no jantar da Sony Pictures para os indicados ao Oscar em março de 2018 em Los Angeles, Califórnia. (Foto: Paul Archuleta/Getty Images)
Diretor Luca Guadagnino e ator Timotheé Chalamet no jantar da Sony Pictures para os indicados ao Oscar em março de 2018 em Los Angeles, Califórnia. (Foto: Paul Archuleta/Getty Images)

O diretor Luca Guadagnino, autor do romance "Me Chame Pelo Seu Nome", negou que seu próximo romance, "Bones and All", que retrata casos de canibalismos, tenha associação com as polêmicas envolvendo Armie Hammer.

O ator, que estrelou a adaptação de "Me Chame Pelo Seu Nome” com Timotheé Chalamet, foi acusado de canibalismo e abuso sexual por em namoradas e o caso será abordado no documentário da Discovery+, "House of Hammer".

Por conta do tema, alguns usuários do Twitter sugeriram que a obra tenha conexão com as acusações, mas o diretor garantiu que sequer notou as similaridades.

“Percebi isso depois quando comecei a ouvir algumas dessas insinuações nas mídias sociais”, contou no entrevista ao "Deadline" antes do Festival de Cinema de Veneza.

“Qualquer ligação com qualquer outra coisa existe apenas no meio das mídias sociais, com as quais eu não me envolvo. A relação entre este tipo de muckraking digital e nosso desejo de fazer este filme é inexistente e deve ser recebida com um balançar de ombros. Prefiro falar sobre o que o filme tem a dizer, em vez de coisas que não têm nada a ver com isso”, afirmou.

Mesmo que tenha Chalamet como protagonista, Guadagnino descartou completamente que exista qualquer ligação entre o novo filme e a realidade. Ele também reforçou que “Bones and All” não é um roteiro original, mas uma adaptação do livro assinado por Camille DeAngelis, que está em desenvolvimento há anos.

“O muckraking das mídias sociais não aborda nada de forma construtiva, e a ideia de que essa luta profundamente importante pela igualdade pode ser mal direcionada dessa maneira é algo que me frustra. Muito", completou o diretor.