Lucélia Santos, Juca Ferreira e Márcio Tavares devem gerir transição na Cultura

SÃO PAULO, SP, E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A atriz Lucélia Santos, o ex-ministro da Cultura Juca Ferreira e o secretário nacional de Cultura do PT Márcio Tavares devem coordenar a equipe de transição de governo na área da cultura.

"Estou muito contente, vamos adiante! Há muito trabalho a fazer", disse Santos em uma postagem no Instagram na qual anunciou ter sido convidada para a equipe.

O grupo deve se reportar ao ex-ministro Aloizio Mercadante, responsável pela elaboração do programa de governo de Lula e coordenador técnico da equipe de transição do presidente eleito.

Juca Ferreira foi ministro da Cultura nos governos Lula e Dilma Roussef. Lucélia Santos, além de atuar, foi candidata do PSB a deputada federal pelo Rio de Janeiro do PSB. Márcio Tavares é um dos coordenadores do programa de cultura da chapa Lula e Geraldo Alckmin, vencedora das eleições.

Na pauta preliminar do grupo estão 13 pontos, dentre os quais a recriação do Ministério da Cultura —rebaixado à categoria de secretaria durante o governo de Jair Bolsonaro—, o orçamento para a pasta, a adequação de espaços culturais para maior acessibilidade, a regulamentação das profissões da área artística com direitos tributários e trabalhistas e o reforço de políticas para o livro e a leitura.

Em uma reunião virtual organizada pelo Partido Verde na segunda (7), os mais de 200 agentes culturais presentes trouxeram demandas como a reestruturação das políticas públicas —incluindo uma revisão das medidas de Bolsonaro que esvaziaram a Lei Rouanet— e a refundação da Fundação Palmares, que perdeu muito de seu papel sob a gestão de Sérgio Camargo. No encontro também estiveram lideranças do PT, PSDB, PSOL, PCdoB e do PSB.