Luana Piovani vai processar canal bolsonarista por vídeo antigo com críticas a Lula

*ARQUIVO* SÃO PAULO/SP BRASIL. 08/11/2017 - Luana Piovani no Show do Coldplay no Alianz Parque. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO/SP BRASIL. 08/11/2017 - Luana Piovani no Show do Coldplay no Alianz Parque. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Gravado há mais de quatro anos, um vídeo em que Luana Piovani aparece fazendo críticas ao hoje candidato Luiz Inácio Lula da Silva voltou a circular depois de ser compartilhado pelo canal bolsonarista "Amigos de Bolsonaro Notícias". Luana, que afirma não ser eleitora de nenhum dos dois, pretende processar o canal.

"Não sou Lula nem Bolsonaro e não autorizei o uso da minha imagem", diz a atriz à reportagem por meio de seu advogado, Ricardo Brajterman. No vídeo, ela aparece falando o seguinte, em tom de desabafo: "Você entende que não dá mais para descer Lula goela abaixo? Por mais que metade desse Brasil seja 'Lula livre', tem mais uma outra metade que vê o que eles fizeram."

O "Amigos de Bolsonaro Notícias" tem mais de 250 mil inscritos e o vídeo contabiliza 3 milhões de visualizações -e ainda contando. "É inadmissível que um canal com enorme visibilidade utilize indevidamente a imagem de uma pessoa e, ainda por cima, faça publicidade de venda de produtos com os quais ela não concorda", diz Brajterman.

Os produtos anunciados são camisetas e canecas com mensagens pró-Bolsonaro. A legenda inserida na tela inicial também incomoda Luana e seu advogado. "Está escrito 'Recado para a Globo Lixo', dando a entender que teria sido um ataque da minha cliente à Globo, o que ela jamais faria", assegura.