Luan Santana fará live ecumênica com Fábio de Mello e pastores André Valadão e Deive Leonardo

***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 08.11.2017 - Luan Santana no show do Coldplay, no Allianz Parque. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em meio à pandemia do novo coronavírus no Brasil, muitos artistas tem realizado lives em redes sociais para acalentar um pouco os brasileiros que estão em quarentena. Na última semana, Marília Mendonça, Sandy, Anitta, Matheus e Kauan, Ivete Sangalo realizam shows em seu perfis no Instagram.

O mais recente artista a aderir a essa movimento é Luan Santana, que fará uma transmissão em seu perfil no Instagram ao lado do padre Fábio de Melo e dos cantores evangélicos André Valadão e Deive Leonardo.

O ato está marcado para as 18h deste domingo (22) e, segundo o cantor sertanejo, a ideia é fazer um encontro ecumênico para pedir uma corrente de oração a fiéis de vertentes distintas e, também, em homenagem aos profissionais da saúde.

"Vamos pedir oração para todos, para os profissionais da saúde e nos unir nessa luta pelo momento. É muito importante que estejamos juntos, mesmo que distantes, e que fiquemos em casa seguindo todas as orientações já dadas pelos órgãos de saúde", diz Luan Santana, em comunicado enviado à imprensa.

Sucesso na internet, o pastor Deive Leonardo afirma que a ideia é "orar juntos em uma só voz". "Que Deus nos proteja e guie os profissionais da saúde que estão arriscando as suas vidas por nós! Não vamos confinar a nossa mente! Vamos nos alimentar cada vez mais da palavra de Deus!."

Para André Valadão, o momento é de união, reflexão e esperança. "Fiquei muito honrado com o convite de Luan. Quero, em breve, ver o Luan pessoalmente e celebrar a nossa vitória em nome de Jesus. Deive e padre Fábio são meus amigos e também é uma honra a união com eles nesta missão", afirma André Valadão, que está nos EUA, onde pastoreia a Igreja Batista Lagoinha de Orlando.

"Façamos um Pai Nosso, uma Ave Maria, e também muitas orações pedindo proteção para todos nós e que Deus guie os profissionais da saúde", conclui Luan.a dupla.