Louro José dá patadas e chama Victor Hugo de "palestrinha" no 'Mais Você'

Bárbara Saryne
·2 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Globo
Foto: Reprodução/Globo

Victor Hugo levou umas patadas de Louro José no ‘Mais Você’ desta quarta-feira (11). O psicólogo, que ganhou o apelido de “palestrinha” no ‘BBB 20’, começou a falar demais e foi cortado pelo fantoche algumas vezes durante o café da manhã de Ana Maria Braga.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus emails em um só lugar

E nos siga no Google News: Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

Cada corte de Louro em Victor Hugo foi comemorado nas redes sociais, afinal, o participante saiu do programa rejeitado, com 85% dos votos em um paredão triplo contra Manu Gavassi e Babu Santana.

Logo no início da entrevista, Hugo começou a analisar sua participação no reality e nem deu tempo para Ana Maria Braga fazer perguntas. A apresentadora precisava chamar o comercial e o cortou pedindo para ele “tomar um cafézinho para se acalmar”. Sem pensar duas vezes, Louro alfinetou: “Já começou a palestrinha”.

Leia também

Em outro momento, o programa exibiu um VT em que os colegas de confinamento falavam mal de Victor Hugo enquanto o rapaz “palestrava” para Gabi na academia. Marcela zombou do momento, dizendo que já é difícil ir para academia sem que nada atrapalhe e com palestra do Victor Hugo fica muito mais difícil.

O brother não curtiu a fala dela. Mesmo assim, Louro José disse que “a piada foi boa”. Nos últimos minutos do programa, após falar sobre sua relação com Guilherme, Victor Hugo pediu para acrescentar uma informação, mas Louro o cortou novamente: “Deu pra nós. Cabô, cabô, cabô a palestrinha”.

Nas redes sociais, o comportamento do fantoche repercutiu. Victor Hugo afirmou que gostava do apelido até perceber que as pessoas usam de forma pejorativa e reclamou por não ter sido aceito pelos colegas. "Sinto que não consegui ser eu de verdade, ser simpático o suficiente. Quando eu era simpático, diziam que eu era falso", argumentou.