Looks de Carnaval de Anitta sexualizam figuras femininas históricas? Entenda a polêmica

Este ano, figurinos da cantora homenageiam “mulheres guerreiras" e inspiradoras

Anitta (Foto: divulgação)
Anitta (Foto: divulgação)

Resumo da notícia:

  • Tema do Carnaval de Anitta é "Mulheres Guerreiras"

  • Cantora já usou figurinos inspirados em Tieta do Agreste, Anita Garibaldi e outras figuras femininas históricas

  • Stylist Clara Lima conta detalhes do processo criativo por trás dos looks

Já virou tradição: todo ano, Anitta define um tema para os looks que usará nas principais apresentações do Carnaval, como os Ensaios e o Bloco das Poderosas. Agora, depois de revisitar os figurinos de seus clipes mais icônicos e criar o próprio universo gamer, a cantora decidiu homenagear “mulheres guerreiras” e inspiradoras.

“Ela me ligou em agosto, já com essa ideia e quatro sugestões de personagens em mente [Anita Garibaldi e outros três nomes que ainda não posso revelar quem são]. A partir disso, minha equipe e eu começamos um intenso trabalho de pesquisa e, no total, chegamos a 24 desenhos, que Anitta reduziu para os 16 que precisava”, conta a stylist Clara Lima ao Yahoo.

“Ao longo desse processo, falamos com especialistas e tivemos o maior cuidado para que essa homenagem não fosse interpretada como apropriação cultural ou algo do tipo. Também não queríamos fazer algo muito fiel, como uma espécie de cosplay. Afinal, quem está ali, no palco, é a Anitta. Os looks, apesar das referências, trazem muito da personalidade dela, essa mulher que também quebra tabus, e de quem ela é como artista, uma cantora que dança, que gosta de mostrar o corpo”, completa a profissional.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Até o momento, apenas quatro das produções selecionadas por Anitta foram usadas. Em Salvador, ela reverenciou a icônica Tieta do Agreste, personagem criada por Jorge Amado e interpretada brilhantemente por Betty Faria. Na sequência, no Rio de Janeiro, em Florianópolis e em São Paulo, respectivamente, foi a vez de exaltar Marietta Baderna (bailarina italiana que, morando no Brasil, incorporou elementos da dança de povos marginalizados aos espetáculos que fazia para a elite), Valentina Tereshkova (primeira mulher a ir ao espaço) e Anita Garibaldi (revolucionária que teve um papel fundamental, por exemplo, na Guerra dos Farrapos, contra o governo imperial do Brasil).

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Anitta que escolheu a ordem de uso dos figurinos, de acordo com o que ela considera mais apropriado para cada show. Como já trabalhamos juntas há um bom tempo, foram necessárias pouquíssimas alterações e minha equipe e eu temos bastante liberdade criativa, o que é maravilhoso", revela Clara.

"Infelizmente, não posso entregar tudo, mas ainda tem muita coisa incrível vindo por aí. A gente espera que as pessoas gostem e, mais do que isso, continuem pesquisando sobre a história e o legado dessas mulheres, nosso principal objetivo desde o começo”, conclui a stylist.

O evento "Ensaios da Anitta" passarão ainda por Brasília, em 21 de janeiro, Recife (28), São Paulo, em 11 de fevereiro, e Curitiba (12).