Look com nomes de diretoras e discurso pelo veganismo estão entre momentos politizados do Oscar

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Como já é de praxe em Hollywood, muitos artistas têm aproveitado a temporada de prêmios para chamar atenção para causas que acreditam ser importantes --ou para tecer críticas, até mesmo à própria Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo Oscar.

Na 92ª edição do prêmio, na noite deste domingo (9), não foi diferente. De protestos no tapete vermelho a discursos militantes na hora de aceitar prêmios, a noite teve diversos momentos politizados.

Petra Costa, por exemplo, carregou cartazes enquanto desfilava para dentro do teatro Dolby, pedindo a proteção de terras indígenas e do meio ambiente. Já Joaquin Phoenix foi autor de um comentário contundente, em que compartilhou seu estilo de vida vegano com os presentes.