Longe das novelas desde 2015, Wolf Maia diz não sentir falta da Globo

Diretor está investindo em projetos no teatro (Globo/Dario Zalis)
Diretor está investindo em projetos no teatro (Globo/Dario Zalis)

Longe das novelas da Globo desde 2015, quando dirigiu “I Love Paraisópolis”, Wolf Maia foi também afastado da função de diretor no núcleo de dramaturgia da emissora, no ano passado, depois de 35 anos fazendo parte da equipe. Em entrevista ao site “Purepeople”, o diretor, que também teve o salário reduzido de R$ 400 mil para R$100 mil por mês, quando se tornou apenas um parceiro na capacitação de profissionais de televisão da área de Desenvolvimento e Acompanhamento Artístico da emissora, contou que não sente falta do antigo cargo na TV.

Não sinto a menor saudade da Globo. É bom dar espaço para gente nova também“, afirmou Wolf Maia, durante o lançamento do musical “Relaxa que é Sexo”, do qual é autor e diretor, no Teatro Nathalia Timberg. “Sigo dando os meus cursos de teatro, dirigindo e escrevendo as minhas peças”, disse ele.

Leia mais:
Paula Fernandes posa nua para revista: ‘Me sentindo mais bonita’
Anitta aparece sem maquiagem e brinca: ‘Suburbano você reconhece de longe’

Durante os 35 anos em que foi diretor da Globo, Wolf Maia foi responsável por sucessos da dramaturgia da emissora, como a primeira versão de”Ciranda de Pedra” (1981), “Champagne” (1983), “Bambolê” (1987), os remakes de “Mulheres de Areia” (1993), “A Viagem” (1994) e “Pecado Capital” (1998), “Esplendor” (2000), “Senhora do Destino” (2004), “Fina Estampa” (2011) e “Amor à Vida” (2013).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos