Lizzo fala sobre esperança e incentiva o voto em texto emocionante publicado no Instagram

Mayumi Yamasaki
·2 minuto de leitura
Lizzo ainda teceu uma série de críticas a atual situação dos EUA (Reprodução)
(Reprodução)

Nesta terça-feira (3), milhões de eleitores votam para escolher quem vai ser o presidente dos Estados Unidos pelos próximos quatro anos. A disputa acontece entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump, que busca a reeleição.

Como o voto não é obrigatório nos Estados Unidos, várias celebridades têm participado de campanhas para incentivar os fãs a participarem das eleições. Esta terça-feira é o último dia em que se pode votar e, por isso, Lizzo apareceu no Instagram para fazer um último apelo.

Em um texto emocionante, a artista falou sobre a importância do voto na democracia e como acredita que as coisas podem melhorar. Ela ainda teceu várias críticas à forma como os Estados Unidos são hoje.

Leia na íntegra:

“Quando eu penso neste país, eu não penso nas leis dele. Eu penso nas pessoas daqui. Eu penso sobre como nós crescemos para ser patriotas da violência, da propaganda e da guerra. Eu penso sobre como este país é propriedade do opressor e como os oprimidos estão presos em um vale do capitalismo. Mas eu também penso sobre as pessoas jovens que se recusam a serem alimentados com mentiras. Eu penso sobre os mais velhos que resistiram a preconceitos odiosos, mesmo quando parecia impossível. Por causa de vocês, eu ainda tenho esperança. Eu acredito em um país que ensina a história real para podermos entender melhor onde vivemos e como podemos ser melhores. Acredito em um país que escuta o choro dos manifestantes e não politiza a morte. Eu acredito na restauração desta bela terra e no respeito às comunidades que eram donas da América antes que os colonizadores a renomeassem. Eu acredito em justiça, igualdade, uma remoção completa da religião a lugares aos quais ela não pertence. Deixem as religiões viverem nas igrejas e locais de culto… as salas de orações silenciosas, as congregações alegres… e fora do Congresso. Eu creio tanto nisso e, se acredito, um dia posso ver acontecendo. Pode não ser amanhã, pode não ser hoje, mas será um dia se continuarmos ativos. Nós, o povo, todas as pessoas, merecemos. Hoje é o último dia para votar. Continue na linha, continue determinado e obrigada a você por votar.”