Livro de J.K. Rowling acusado de transfobia é premiado e chega ao Brasil em maio

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O livro "Sangue Revolto", de Robert Galbraith --pseudônimo da escritora britânica J.K. Rowling--, venceu o British Book Award deste ano, na categoria melhor livro de crime e ficção. A lista completa dos vencedores do prêmio foi divulgada nesta quinta-feira (13).

"Sangue Revolto", que estará à venda no Brasil a partir de 30 de maio pela editora Rocco, é o quinto romance da série "Cormoran Strike" e narra a história de um serial killer que se disfarça de mulher para cometer crimes contra mulheres cisgêneras.

O livro rendeu uma série de críticas à autora de "Harry Potter". Após publicar o romance, J.K.Rowling recebeu acusações de transfobia, o que já vem acontecendo desde 2019, quando ela deu suas primeiras declarações consideradas ofensivas à comunidade transgênera.

Segundo a escritora, "Sangue Revolto", no entanto, é inspirado nos crimes de Jerry Brudos e Russell Williams, "ambos manipuladores que ficaram com lembretes de suas vítimas".

Mas o argumento não convenceu boa parte dos críticos à autora, que classificaram "Sangue Revolto" como uma justificativa de J.K. Rowling para atacar pessoas trans.