Livinho revela que não vai abandonar o funk para jogar futebol

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O funkeiro Livinho, 25, foi chamado pelo ex-jogador Vampeta para jogar no Osasco Audax por três meses. Porém, o cantor tranquilizou os fãs e disse que não pretende abandonar a sua carreira na música.

Em vídeo publicado nas redes sociais, contou que quer apenas realizar um sonho. "Não estou largando a carreira no funk, eu amo o funk. Só estou realizando sonho que o funk me proporcionou", disse.

Ele completou dizendo que não vai para todos os jogos e usará o mês de férias dele para se dedicar ao esporte. "Vou ter esse momento de dedicação, ir nos treinos, ir em uns jogos, mas nada de comprometimento de mudança da de vida."

Corintiano fanático, Livinho começou a carreira musical em 2008 e teve seu primeiro álbum, "Vagabundo Romântico", lançado em 2016. Entre suas principais canções estão "Bem Querer", "Tudo de Bom", "Cheia de Marra" e "Fazer Falta".

"Não sabia que daria essa repercussão que deu, porque falei isso. Vou [aos jogos] quando der, combinei um salariozinho aí. Tomou proporção. Mas foi o funk que me tirou da lama e sou grato."

O cantor deve ser apresentado nesta terça-feira (10) e estrear no final de semana pela série A-2.