Antes de ir para a Globo, Lívia Andrade enfrentou sabotagem no SBT

Lívia Andrade na entrada do camarim do programa Domingão com Huck (Reprodução/Instagram)

 

Livia Andrade (Foto: Agnews)
Livia Andrade (Foto: Agnews)

Por Gabriel Perline

Resumo da Notícia:

  • Lívia Andrade comeu o pão que o diabo amassou em seus últimos dias no SBT

  • Ela enfrentou tentativas de sabotagem e foi castigada por Silvio Santos

  • Livia assinou contrato com a Globo e atuará em um quadro do Domingão com Huck

Após mais de dois anos fora da TV aberta, Lívia Andrade deu a volta por cima e estreou neste domingo (28) na Globo, como jurada do "Acredite Em Quem Quiser", quadro do "Domingão com Huck". Mas antes de fechar contrato com a líder de audiência, a ex-apresentadora do "Fofocalizando" passou por uma fase profissional turbulenta, que incluiu tentativas de sabotagens por parte de seus desafetos, castigo de Silvio Santos e até mesmo o pedido de demissão encomendado por Edir Macedo.

Antes de se tornar uma das protegidas do dono do SBT e entrar para o time das apresentadoras de maior relevância da emissora, Lívia era tratada apenas como um símbolo sexual. Foram anos desfilando como musa do Carnaval, ensaios nua para a extinta "Playboy" e trabalhos de menor valor artístico, como assistente de palco de Sérgio Mallandro. Até a carreira de cantora ela tentou ao formar o grupo "As Mallandrinhas", mas era mais uma ação focada nas roupas diminutas das integrantes que no talento vocal.

Leia também

Atriz

Lívia teve dois grandes momentos de virada em sua carreira, e o primeiro deles ocorreu em 2009, quando o SBT decidiu dar uma chance para ela provar seu valor como atriz dramática. Desde 2004, a ex-Mallandrinha já vinha atuando no humorístico "A Praça É Nossa", mas ganhou de Íris Abravanel um papel fixo na novela Vende-se Um Véu de Noiva.

A repercussão positiva a colocou em outro patamar dentro da casa, e ela entrou para o enxuto elenco fixo de atores. No ano seguinte, Lívia ganhou um papel em "Uma Rosa com Amor" (2010), e depois em "Corações Feridos" (2012). Mas foi em "Carrossel" (2012-2013) que ela foi além: pela primeira vez, conquistou fãs mirins. E por esta razão, foi escalada para "Chiquititas" (2014), outro grande hit de audiência do SBT.

Já consolidada como atriz, Silvio quis testar sua pupila no posto de apresentadora. Esteve à frente da cobertura de Carnaval pelo SBT Folia, entre 2014 e 2016, e também assumiu o comando do Arena SBT em 2014. O programa foi um fiasco na audiência e logo perdeu espaço na grade.

Mas seu entrosamento com o patrão todos os domingos no "Programa Silvio Santos" a fizeram amadurecer, e o dono da emissora a colocou à frente do Fofocalizando em 2017. E este foi o segundo ponto de virada em sua carreira. Por diversas vezes, o programa de fofocas incomodou a Globo e chegou a empatar por alguns minutos com a líder de audiência.

Lívia conquistou fãs e elevou seu nome a outro patamar dentro da emissora. Mas aí também começou sua fase mais turbulenta no SBT, com direito a tentativas de puxadas de tapetes e sabotagens. Tudo motivado por ciúmes sobre seus êxitos.

Climão

Mara Maravilha foi seu principal desafeto nos tempos de "Fofocalizando". As duas já não se davam bem no Jogo dos Pontinhos, mas bastou colocá-las juntas no programa de fofocas para a coisa azedar de vez.

Todos os dias havia alguma situação embaraçosa entre elas ao vivo. Uma alfinetada, uma cara feia, um comentário atravessado e até mesmo discussões. Chegou um momento em que o público dava mais atenção às tretas do elenco (que na época contava com Leo Dias, Leão Lobo e Mamma Bruschetta) que no conteúdo.

Silvio acompanhava tudo à distância e sempre que Lívia ou Mara exageravam na dose das provocações, o dono da emissora as colocava na geladeira para poder acalmar a situação.

Ela também teve diversos atritos com Caco Rodrigues, que dirigiu o "Fofocalizando" por alguns meses. O ex-diretor é amigo pessoal de Mara Maravilha e detesta Lívia, tanto que não faz questão nenhuma de esconder seu ranço pela protegida de Silvio nas redes sociais.

Mas a nova funcionária da Globo já estava incomodada com as constantes punições que vinha recebendo. O estopim para ela foi em março de 2020, quando ela caiu em uma fake news e esbravejou contra a Igreja Universal do Reino de Deus. Lívia tinha assistido a um vídeo falso em que aparecia um pastor evangélico tentando vender aos fiéis de sua igreja álcool em gel ungido logo quando o país entrou em lockdown.

A maneira raivosa com que a apresentadora esbravejou ao vivo foi parar nos ouvidos de Edir Macedo, amigo pessoal de Silvio Santos. O dono da Igreja Universal e da Record pediu que o dono do SBT demitisse Lívia. Mas ele não acatou ao pedido, e simplesmente mandou sua pupila para a geladeira.

Chris Flores foi escalada às pressas e deu outro tom ao "Fofocalizando". O público gostou e a audiência reagiu. Lívia ficou dois meses na geladeira e quando voltou acabou rebaixada a assistente, perdendo o cargo de apresentadora. Para ela, aquele era o fim da linha. E rapidamente pediu demissão, encerrando o fim de um ciclo que durou quase duas décadas.

Fora das telas

Fora do SBT, Lívia tentou se provar artisticamente. Em novembro de 2020, ela foi co-apresentadora do reality show Próximo Nº1 Villa Mix, exibido pelo canal Multishow, que pertence à Globo. E durante este trabalho, acabou conhecendo seu atual marido, o empresário Marcos Araújo, que é simplesmente o dono do Villa Mix.

Neste ano, Lívia quase fechou com a Band. Com a ajuda do marido, que iria comprar um horário na grade da emissora aos sábados, ela apresentaria um programa musical. Estava tudo quase certo, mas os pilotos gravados não agradaram a direção da Band e o plano foi pelo ralo.

Com isso, começaram a surgir rumores de que a ex-funcionária de Silvio Santos estaria prestes a fechar com a Record para participar de "A Fazenda 14". Mas ela acabou pegando a todos de surpresa ao assinar contrato com a Globo. E a novidade mais uma vez despertou ciumeira, com direito a indiretas em redes sociais por parte das filhas do dono do SBT.

Após comer o pão que o diabo amassou em sua reta final no SBT, Lívia não esconde a felicidade de trabalhar na Globo. Ainda que seu contrato seja curto e a participação se restrinja a um quadro no "Domingão com Huck", sua chegada foi bastante celebrada por seus fãs e também pela emissora da família Marinho.