Liverpool sofre a maior derrota de um time já campeão na Premier League

O Liverpool sofreu uma amarga derrota nessa quinta-feira (02) diante do Manchester City, no primeiro jogo após ter sido coroado campeão inglês. O time de Jürgen Klopp foi batido pelos comandados de Pep Guardiola em uma atípica goleada por 4 a 0, mas ainda busca a quebra de vários recordes. Um recorde, porém, já foi alcançado e ele não é nada bom para os Reds.

Com esse 4 a 0 no placar, o Liverpool se juntou ao Arsenal como o time que sofreu a maior derrota na Premier League já tendo conquistado o título naquela temporada. O mesmo aconteceu quando o próprio Liverpool goleou os Gunners, na temporada 1997/98, depois que a equipe londrina conquistou seu 11º título nacional.

Pep Guardiola, a mente por trás do massacre dessa quinta, fez questão que seus atletas fizesse o tradicional corredor de honra, que consiste em que os jogadores adversários aplaudam a entrada do time que se sagrou campeão na rodada anterior. O gesto de respeito de Pep se estendeu à sua fala após a partida. Guardiola afirmou que o Liverpool de Klopp é o melhor time que já enfrentou na vida.

"Nós batemos os campeões, um time extraordinário. O jogo foi bom. Eles tiveram chances claras nos primeiros minutos com Salah, mas depois disso fizemos uma boa performance e poderíamos ter marcado mais gols. Nós tentamos jogar futebol e correr riscos porque [o Liverpool] é o melhor time que já enfrentei na vida com essa pressão alta, mas tivemos coragem para jogar", afirmou Guardiola ao fim do duelo.

Klopp é um adversário bastante incômodo para Guardiola. O alemão é o único técnico que mais venceu do que perdeu para o espanhol. Em 19 jogos que os dois se enfrentaram, Klopp venceu nove, Guardiola ganhou oito e ocorreram quatro empates. 

Ao final da partida, Klopp também falou com a imprensa britânica e elogiou seu time a despeito do resultado desastroso. Para ele, o City foi "100% merecedor" da vitória, mas disse que o jogo poderia ter sido 5 a 3 para os donos da casa.

"Nós não nos portamos como alguém que foi campeão há uma semana, mas faltou fluidez e na metade das situações eles foram mais rápidos que nós. Eles aproveitaram as chances que nós não usamos. O City é 100% merecedor da vitória, com certeza, mas um 5 a 3 ou algo assim também seria possível. Tivemos momentos que poderíamos ter marcado, mas não marcamos", analisou Klopp.