Live de Daniela Mercury é eleita uma das 10 melhores da pandemia pelo jornal NYT

·2 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO*** SALVADOR, BA, 20.02.2020: Retrato de Daniela Mercury no seu bloco. A cantora se apresentou no circuito Barra/Ondina.(Foto: Raphael Muller/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** SALVADOR, BA, 20.02.2020: Retrato de Daniela Mercury no seu bloco. A cantora se apresentou no circuito Barra/Ondina.(Foto: Raphael Muller/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Live da Rainha, feita pela cantora Daniela Mercury, 54, está entre as dez melhores da pandemia do novo coroanavírus, segundo lista publicada pelo jornal americano The New York Times. A baiana é a única brasileira citada na seleção, que inclui nomes como Norah Jones, 41, e Post Malone, 25.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

"Um concerto feito para estádio pode caber em uma sala de estar?", questiona a publicação ao comentar a Live da Rainha, realizada em 29 de maio. A reportagem chama Daniela Mercury de "uma superestrela brasileira" e afirma que ela "dança, gira e samba como se estivesse em um palco muito maior!".

Leia também

"Com sua banda mascarada atrás dela, no que parece um pátio, e suas filhas aparecendo como folionas do Carnaval. Em um conjunto de quase três horas de músicas animadas, que celebram o Carnaval e sua terra natal, a Bahia, ela é completamente incansável", afirma o jornal americano.

A Live da Rainha foi transmitida direto da casa da cantora e transmitida pelo canal Multishow, além do YouTube. Ele teve a produção da Macaco Gordo, direção de Chico Kertész, o mesmo diretor do filme "Axé, Canto do Povo de um Lugar", e a direção de fotografia de Rodrigo Maia.

A cantora brasileira também se uniu a um grupo de cerca de 50 artistas, nessa quarentena, e doou objetos pessoais para serem rifados e seus recursos revertidos para uma campanha de arrecadação de alimentos para a população em situação de rua na pandemia do novo coronavírus.